Eleições no Brasil

Putin felicita Lula e quer "cooperação construtiva"

Lula da Silva acompanhado de Vladimir Putin. (2010)
Lula da Silva acompanhado de Vladimir Putin. (2010)
Alexei Druzhinin

Lula da Silva foi eleito Presidente do Brasil, com 50,9%, derrotando Jair Bolsonaro.

O Presidente da Rússia felicitou esta segunda-feira Luiz Inácio Lula da Silva, vencedor das eleições presidenciais no Brasil, e defendeu o desenvolvimento de uma "cooperação construtiva", disse o Kremlin.

"Por favor, aceite as minhas sinceras felicitações (...) Os resultados das eleições confirmaram a sua grande autoridade política. Espero que, fazendo esforços conjuntos, asseguremos um maior desenvolvimento da cooperação construtiva russo-brasileira em todas as áreas", disse Vladimir Putin, numa mensagem enviada a Lula da Silva, de acordo com a presidência russa.

O candidato do Partido dos Trabalhadores (esquerda) foi eleito Presidente do Brasil, com 50,9%, derrotando Jair Bolsonaro, que obteve 49,1%, depois de contados todos os votos, de acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Luiz Inácio Lula da Silva, de 77 anos, obteve mais de 60,3 milhões de votos (50,9% do total), com uma vantagem superior a 2,1 milhões face a Bolsonaro (extrema-direita), que conseguiu 58,2 milhões (49,1%), nas presidenciais de domingo, indicou o portal do TSE.

Lula da Silva, que já cumpriu dois mandatos entre 2003 e 2011, regressa agora ao Palácio do Planalto. O antigo sindicalista terá como vice-Presidente Geraldo Alckmin, do Partido Socialista Brasileiro (PSB), que já havia sido seu opositor nas eleições presidenciais de 2006, então pelo Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB).

Últimas Notícias
Mais Vistos