Eleições no Brasil

Eduardo e Flávio divididos após derrota do pai Bolsonaro

Eduardo e Flávio divididos após derrota do pai Bolsonaro
Eraldo Peres
Os filho de Jair Bolsonaro discordam da forma como o antigo Presidente abordou a derrota nas presidenciais.

Menos de 24 horas depois do tão aguardado discurso de Bolsonaro, há notícia de divisões na família. O candidato derrotado já falou ao país, num breve discurso, que não terá sido do agrado de todos os familiares.

Três dias depois das eleições presidenciais que dividiram o povo brasileiro, começam agora a ser levantadas questões acerca de uma eventual divisão entre os filhos do antigo Presidente do Brasil.

Segundo noticia o jornal O Globo, Flávio Bolsonaro e os seus apoiantes defendiam uma posição mais moderada e um discurso generalista, tendo como foco o agradecimento aos mais de 58 milhões de eleitores.

Em contraponto, Eduardo Bolsonaro, outro dos filhos, e os seus seguidores, cujos ideais são mais radicais, acreditavam que a postura do ex-chefe de Estado deveria ter passado por manter o silêncio por mais tempo e colocar em causa a integridade das eleições.

O Globo adianta também que estes estavam de acordo com os bloqueios de estradas, levados a cabo pelos apoiantes de Bolsonaro.

As eleições “acabaram”

Note-se que o antigo Presidente brasileiro apenas falou à nação mais de 40 horas depois das eleições, num discurso de apenas dois minutos onde não reconheceu a vitória de Lula da Silva, mas apelou ao término dos protestos nas estradas, que se têm verificado.

Hoje, Bolsonaro esteve no Supremo Tribunal Federal e admitiu mesmo que as eleições “acabaram”, reafirmando assim a sua derrota.

Últimas Notícias