Eleições nos EUA

"Irei preservar, proteger e defender a Consituição". Biden jurou sobre a bíblia familiar de 1893

Discurso da tomada de tosse de Joe Biden ficou marcado pelo apelo à união do país.

Joe Biden tomou esta quarta-feira posse como 46.º presidente dos Estados Unidos, antes do meio-dia, hora de Washington.

Depois do juramento com a Bíblia, há mais de cem anos na família Biden, no primeiro discurso do novo Presidente, deixou um apelo à reconciliação nacional e prometeu devolver o lugar do país ao mundo.

O hino cantado por Lady Gaga marcou o início da cerimónia de tomada de posse.

À posse, faltou Donald Trump. A 3 horas do fim do mandato, saiu da Casa Branca para a base aérea de Andrews onde recebeu honras militares.

Aplaudido por apoiantes, fez o último discurso oficial: destacou a luta contra a pandemia e a sua herança política.

Terça-feira à noite, em última afirmação do poder presidencial, Trump concedeu 73 perdões e comutou 70 sentenças judiciais.

Veja também: