Guerra Rússia-Ucrânia

Zelensky: "As pessoas que matam, violam e atacam as nossas cidades não podem querer a paz"

Loading...
Presidente da Ucrânia exclui negociações de paz com Rússia sem retirada prévia de tropas de Putin.

O Presidente da Turquia falou, esta quinta-feira, sobre um possível cessar-fogo. No entanto, o Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, negou qualquer possibilidade de uma resolução diplomática do conflito, enquanto os russos mantiveram as tropas em território ucraniano.

Estou muito surpreendido que a Rússia esteja pronta para a paz. Não podem, as mesmas pessoas que matam, violam, que todos os dias atacam com mísseis as nossas cidades e as nossas infraestruturas civis, não podem querer a paz. Por isso, penso que eles têm de sair dos nossos territórios".

A ofensiva militar lançada a 24 de fevereiro pela Rússia na Ucrânia causou já a fuga de quase 13 milhões de pessoas de suas casas -- mais de seis milhões de deslocados internos e quase sete milhões para os países vizinhos -, de acordo com os mais recentes dados da ONU, que classifica esta crise de refugiados como a pior na Europa desde a Segunda Guerra Mundial (1939-1945).

Também segundo as Nações Unidas, cerca de 16 milhões de pessoas necessitam de assistência humanitária na Ucrânia.

Últimas Notícias
Mais Vistos