Guerra Rússia-Ucrânia

Putin recusa mudar estratégia da Rússia, apesar da contraofensiva ucraniana

Loading...
Presidente da Rússia assegura que objetivo se mantém.

O Presidente da Rússia recusa mudar a estratégia no terreno, apesar da recente contraofensiva da Ucrânia.

As tropas de Moscovo foram obrigadas a recuar, mas Vladimir Putin assegura que o objetivo da operação se mantém.

A nossa operação ofensiva no Donbass não para. Evolui lentamente, mas de forma consistente. Gradualmente, o exército russo vai ocupando novos territórios.

Dificuldades no objetivo fixado

As contrariedades e os recursos limitados de Moscovo na Ucrânia demonstram que as suas forças são incapazes de alcançar os objetivos iniciais do Presidente Vladimir Putin, referiu esta sexta-feira o chefe dos serviços de informações militares do Pentágono.

"Estamos a chegar a um ponto em que acho que Putin terá que rever quais são os seus objetivos para esta operação", sublinhou o tenente-general Scott Berrier, diretor da Agência de Inteligência de Defesa (DIA, na sigla em Inglês).

Para Berrier, está "bem claro agora que ele [Notes:Putin] não será capaz de fazer o que inicialmente pretendia fazer", salientou, durante uma conferência de inteligência e segurança nacional que decorreu fora de Washington.

Putin enviou as suas tropas para a Ucrânia em fevereiro com o objetivo de derrubar o governo ucraniano próximo do Ocidente, segundo as autoridades norte-americanas.

As forças ucranianas expulsaram os combatentes russos das suas posições ao redor da capital da Ucrânia no início da guerra.

Últimas Notícias
Mais Vistos