Guerra Rússia-Ucrânia

"Putin quer uma Ucrânia sem ucranianos": o aviso do governador de Kiev

Loading...
Rússia levou a cabo vários ataques, esta segunda-feira, a algumas cidades ucranianas, nomeadamente a Kiev.

O Governador de Kiev diz que a população tem de se preparar para mais ataques, ainda esta segunda-feira. Vitali Klitschko fala numa guerra russa contra civis e diz que Putin quer uma Ucrânia “sem ucranianos”.

A Rússia levou a cabo vários ataques a algumas cidades ucranianas, nomeadamente a Kiev, onde já há vários meses não eram registados bombardeamentos. Na capital ucraniana, terão morrido pelo menos oito pessoas e mais de 20 ficaram feridas.

Segundo informam várias entidades ucranianas foram registadas várias explosões de mísseis na cidade de Dnipro, em Jitomir, perto de Kiev, em Khmelnytskyi, mais a leste, na margem do rio Bug do sul, e em Ternopil, a leste, nas margens do rio Seret.

No total terão sido disparados 83 mísseis contra o solo ucraniano. Em resposta ao sucedido nesta fatídica manhã, Vitali Klitschko , governador de Kiev demonstrou o seu receio em relação a novos ataques promovidos por Moscovo. Admite que essa possibilidade é real e por esse motivo, os ucranianos devem manter-se alerta.

Garantiu ainda que Putin está a dirigir o conflito para os civis, uma vez que o Presidente russo quer “uma Ucrânia sem ucranianos”.

Últimas Notícias