Primeira Liga

Sporting na "máxima força" para o embate frente ao Vizela

Loading...

Rúben Amorim destacou as qualidades da equipa adversária, mas garantiu que o foco dos "leões" está somente na vitória e que, por isso, não "haverá nenhuma poupança".

O Sporting recebe esta sexta-feira o Vizela a contar para a 17ª e última jornada da primeira volta do campeonato. Em antevisão do encontro, Rúben Amorim garante que não há margem de erro e que o jogo é para vencer.

Só a vitória interessa aos “verdes e brancos”. Por esse motivo, Rúben Amorim não esconde que vai apresentar um onze inicial sem qualquer “poupança”. O Sporting vai assim apresentar-se na máxima força frente ao oitavo classificado de forma a regressar às vitórias.

“Temos de ganhar ao Vizela. Temos de ter vitórias consecutivas e, neste caso, nem é consecutivas é voltar às vitórias”, apronta o técnico.

Na última jornada os comandados de Amorim arrancaram um empate a duas bolas diante do Benfica e na jornada que antecedeu o dérbi os “leões” saíram derrotados no reduto do Marítimo.

Cansaço? “Agora é que vai começar a existir”

As próximas semanas serão mais exigentes para os “leões”, uma vez que o calendário vai começar a “apertar”. Até agora, refere o treinador, as semanas têm sido “limpas”, o que tem permitido um maior tempo de descanso entre as partidas.

Os elogios ao adversário

Rúben Amorim destaca ainda os pontos positivos do adversário que podem revelar-se perigosos para a formação de Alvalade.

Desse modo, o técnico reitera que “todos os jogos são difíceis”, mesmo “aqueles que não parecem”. Acrescenta que essas mesmas partidas têm sido exigentes para o Sporting e onde a equipa tem “tido mais problemas”.

Já o Vizela “é uma equipa muito bem trabalhada com jogadores talentosos”, vinca.

A estratégia para o duelo já está traçada e passa, em primeiro lugar, por “ter a equipa na máxima força”, reforça Rúben Amorim.

Últimas Notícias
Mais Vistos