Jogos Olímpicos

Portugal nos Jogos Olímpicos. Quem continua e quem está fora

TIAGO PETINGA

Confira aqui os resultados dos atletas portugueses em prova esta quarta-feira, em Tóquio.

Ana Catarina Monteiro acaba em 11.º lugar os 200 metros mariposa e consegue terceiro melhor resultado da natação lusa

A nadadora portuguesa Ana Catarina Monteiro acabou hoje no 11.º lugar os 200 metros mariposa. Falhou o acesso à final, mas conseguiu um resultado inédito na natação feminina lusa.

A vila-condense, de 27 anos, foi quinta na primeira meia-final, ganha pela norte-americana Hali Flickinger (2.06,23 minutos), ao terminar a distância em 2.09,82 minutos.

Na terça-feira, já tinha feito história, ao avançar para a primeira semifinal da história da natação feminina portuguesa, ainda que saia de Tóquio sem bater o recorde nacional, que a própria fixou em 2018, de 2.08,03 minutos.

JOSÉ COELHO

Judoca Bárbara Timo eliminada na segunda ronda em -70 kg

A judoca portuguesa Bárbara Timo despediu-se dos Jogos Olímpicos Tóquio 2020 depois de perder o segundo combate na categoria de -70 kg, com a croata Barbara Matic.

Num combate de elevada dificuldade, diante da mais recente campeã do mundo deste peso médio, isenta na primeira ronda, Bárbara Timo, vice-campeã mundial em 2019, não conseguiu impor o seu judo, perdendo por ippon a cerca de dois minutos do final.

Na primeira ronda, a judoca tinha vencido a jamaicana Ebony Drysdale Daley, 59.ª do mundo, que foi eliminada após sofrer três castigos.

A medalha de ouro foi conquistada pela japonesa Chizuru Arai.

TIAGO PETINGA

Portugal perde com a vice-campeã mundial Suécia

A seleção portuguesa de andebol perdeu por 29-28 frente à vice-campeã mundial em título Suécia, em jogo da terceira jornada do grupo B.

No estádio nacional Yoyogi, as equipas estavam empatadas ao intervalo (14-14), num desafio em que os lusos chegaram a liderar por três golos.

Os quatro primeiros classificados de cada um dos dois grupos avançam para os quartos de final do torneio olímpico, sendo que Portugal tem um triunfo em três encontros, ante o Bahrain.

Portugal defronta na sexta-feira a campeã olímpica e bicampeã mundial Dinamarca e no domingo decide o apuramento para os quartos de final ante o Japão.

Pavel Golovkin

Jorge Lima e José Costa em 9.º após quatro regatas em 49er

Os velejadores portugueses ocupam o nono lugar da classificação na classe 49er, após quatro regatas, três das quais disputadas hoje em Sagami.

A competição prossegue na quinta-feira, com mais duas das 12 regatas, em Zushi, a partir das 12:05 locais (04:05 em Lisboa).

OLIVIER HOSLET / EPA

João Paulo Azevedo em 17.º após primeiro dia no trap

O atirador português João Paulo Azevedo foi 17.º classificado no primeiro dia de qualificação do trap (fosso olímpico), em tiro com armas de caça, dos Jogos Olímpicos Tóquio 2020.

O português, que se estreia em Olimpíadas, atirou para 72 pontos, a um dos melhores do dia, numa tabela encimada por Abdulrahman Al Faihan, do Kuwait.

O luso, que volta a entrar em ação na quinta-feira para a conclusão do apuramento para a final, precisa de ser um dos seis melhores para avançar para a final e discutir as medalhas, estando a um ponto do sexto.

Francisco Paraíso

Diogo Costa e Pedro Costa em 12.º na classe 470 após duas regatas

A dupla de irmãos Diogo Costa e Pedro Costa acabou o dia em 12.º lugar na classe 470, conseguindo um 13.º e um 10.º postos nas duas regatas realizadas.

Os dois irmãos, que também se estreiam em Jogos Olímpicos, conseguiram compensar na segunda regata um arranque menos positivo, numa classe a que chegam enquanto vice-campeões do mundo.

Phil Walter

Os lusos somam 23 pontos, a 12 das medalhas e a 16 dos líderes da prova, Matthew Belcher e Will Ryan, da Austrália. Os angolanos Matias Montinho e Paixão Afonso são 19.º e últimos.

Numa classe que, depois dos Jogos, passará a ser mista, obrigando à separação das duplas aqui em prova, disputam-se quinta-feira mais duas regatas, em Zushi.

Antoine Launay nas meias-finais de canoagem slalom

O canoísta português Antoine Launay qualificou-se hoje para as meias-finais da prova de K1 slalom, ao terminar a qualificação no 12.º lugar.

Launay, de 28 anos, alcançou o 10.º tempo na primeira manga, em 95,68 segundos, melhorando o registo na segunda, para 93,5, então o 11.º melhor tempo, conseguindo uma das 20 vagas nas meias-finais em disputa pelos 24 canoístas presentes.

As meias-finais e a final estão marcadas para sexta-feira, às 14:00 (06:00) e 16:00 (08:00), respetivamente, no centro de canoagem slalom Kasai.

LUIS ACOSTA

João Almeida 16.º e Nelson Oliveira 21.º no contrarrelógio individual

Os ciclistas portugueses João Almeida e Nelson Oliveira foram 16.º e 21.º classificados, respetivamente, na prova de contrarrelógio individual, no Autódromo Internacional de Fuji, que consagrou o esloveno Primoz Roglic como campeão olímpico.

João Almeida, atual campeão luso da especialidade, foi o melhor representante português, ao terminar a 3.29 minutos do vencedor, na 16.ª posição, enquanto Nelson Oliveira acabou a 3.55, no 21.º lugar.

TIAGO PETINGA / LUSA

Nadador Francisco Santos falha meias-finais nos 200 metros costas

O nadador português Francisco Santos falhou a qualificação para as meias-finais da prova dos 200 metros costas, ao terminar no 22.º lugar nas eliminatórias.

Francisco Santos foi sexto da sua série, com um tempo de 1.58,58 minutos, a mais de um segundo do recorde nacional que o próprio estabeleceu em junho, e a mais de um segundo do vencedor, a 'estrela' norte-americana Ryan Murphy.

O resultado no Centro Aquático de Tóquio faz com que falhe as meias-finais da prova, encerrando a participação nos Jogos Olímpicos, nos quais bateu o recorde nacional em outra qualificação, nos 100 metros costas, agora fixado em 54,35 segundos.

VALDRIN XHEMAJ EPA

Gabriel Lopes e Alexis Santos de fora das meias-finais nos 200 metros estilos

O português Gabriel Lopes foi 21.º classificado e Alexis Santos terminou no 28.º lugar nas eliminatórias dos 200 metros estilos, falhando ambos a qualificação para as meias-finais.

Gabriel Lopes foi sétimo na sua série, com um tempo de 1.58,56 minutos, e Alexis Santos foi oitavo na sua, com 1.59,32, numa distância em que o mais rápido foi o norte-americano Michael Andrew, com 1.56,40.

Os dois nadadores falharam ainda o recorde nacional, estabelecido por Alexis Santos em 2019, cifrado em 1.58,19 minutos, com a participação portuguesa na natação a prosseguir na quinta-feira, com Tamila Holub, na qualificação dos 800 livres.

JOSÉ COELHO

Rodrigo Torres 16.º no Grand Prix Freestyle de ensino em equestre

O cavaleiro Rodrigo Torres e o cavalo Fogoso fecharam a participação portuguesa de hoje nos Jogos Olímpicos, com um 16.º lugar no Grand Prix Freestyle de ensino e com direito a novo recorde pessoal.

Rodrigo Torres, de 44 anos, somou 78,943% pontos na final individual, vencida pela germânica Jessica von Bredow-Werndl, que montou TSF Dalera, com 91,732%. A também alemã Isabell Werth e a britânica Charlotte Dujardin terminaram na segunda e terceira posições do pódio, com 89,657% e 88,543%, respetivamente.

Gonçalo Conchinhas Carvalho tinha sido o último português a disputar a prova olímpica de ensino em equestre, em Londres2012, tendo chegado à final e terminado também no 16.º lugar.

A melhor classificação nacional nesta disciplina continua a ser o nono lugar alcançado por Fernando Paes, também na capital britânica, em 1948, quando conquistou a medalha de bronze por equipas, com Francisco Valadas Jr. e Luís Mena.

CHRISTIAN BRUNA

A SIC EM TÓQUIO

CONSULTE AQUI O MEDALHEIRO OLÍMPICO