Jogos Olímpicos

Portugal nos Jogos Olímpicos. Quem continua e quem está fora

Sergio Perez

Confira aqui os resultados dos atletas portugueses em prova esta quinta-feira, em Tóquio.

Jorge Fonseca conquista medalha de bronze

O destaque do dia vai para Jorge Fonseca que conquistou a primeira medalha de Portugal nos Jogos Olímpicos de Tóquio. O judoca português venceu o canadiano Shady EL Nahas no combate de atribuição da medalha de bronze, na categoria de -100 quilos.

Jorge Fonseca era uma das principais esperanças lusas na conquista de um pódio olímpico.

Depois de se ter sagrado campeão do mundo em 2019 e 2021, o judoca conquistou a primeira medalha olímpica da carreira.

TIAGO PETINGA

Pedro Fraga e Afonso Costa fecham double-scull ligeiro no 13.º lugar

Os remadores Pedro Fraga e Afonso Costa venceram a final C de double-scull ligeiro, pelo que saem dos Jogos Olímpicos com o 13.º lugar.

Na pista 3, Fraga e Costa cumpriram os 2.000 metros de prova no Sea Forest Waterfront em 6.24,44 minutos, batendo o Chile, segundo, em 6.31,97, e a Venezuela, terceira, em 6.36,37.

JOSÉ COELHO

Judoca Patrícia Sampaio perde na segunda ronda com campeã mundial

A judoca Patrícia Sampaio foi eliminada na segunda ronda de -78 kg, ao perder com a campeã mundial da categoria, a alemã Anna-Maria Wagner.

A portuguesa, de 22 anos, 18.ª do ranking mundial, que fazia a sua estreia nuns Jogos Olímpicos, cedeu por ippon a 1.45 do fim, quando já tinha uma desvantagem de waza-ari.

TIAGO PETINGA

João Paulo Azevedo acaba em 20.º no trap do tiro com armas de caça

O português João Paulo Azevedo acabou no 20.º lugar a prova de trap (fosso olímpico) de tiro com armas de caça, falhando o acesso à final por dois pontos.

O português atirou para 120 pontos, em 125 possíveis, e ficou de fora do 'shoot off' de acesso à final, na qual só competem os seis melhores, por dois tiros certeiros, no que foi a estreia em Jogos Olímpicos.

Francisco Paraíso

Dupla lusa de 49er desce um lugar com desclassificação numa das regatas

Os velejadores portugueses Jorge Lima e José Costa caíram um lugar, para o 10.º, na classificação de 49er nos Jogos Olímpicos, após seis regatas e da desclassificação na última de hoje, em Zushi.

A dupla portuguesa foi sétima na primeira regata do dia e desclassificada na segunda, somando 39 pontos, a três dos brasileiros Marco Grael e Gabriel Borges, nonos colocados e que hoje venceram a segunda regata, e a seis dos australianos Will Phillips e Sam Phillips, que desceram do terceiro para o oitavo lugar.

A competição prossegue na sexta-feira, com mais três das 12 regatas, em Kamakura, a partir das 12:05 locais (04:05 em Lisboa).

Clive Mason

Carolina João sobe ao 33.º lugar em Laser Radial

A velejadora portuguesa Carolina João ocupa o 33.º lugar da competição de Laser Radial dos Jogos Olímpicos Tóquio 2020, após ter subido uma posição com as duas regatas hoje disputadas.

A velejadora, natural da Amadora, de 24 anos, iniciou o dia em Fujisawa com o 26.º lugar e terminou a segunda regata no 31.º posto, totalizando, após oito das 10 regatas da prova, 194 pontos.

OLIVIER HOSLET

Diogo Costa e Pedro Costa em 15.º na vela 470 após quatro regatas

Os irmãos Diogo Costa e Pedro Costa desceram três lugares, para a 15.ª posição, na competição de vela 470, após quatro regatas.

Os dois irmãos, que cumprem a estreia olímpica, terminaram hoje em 15.º e 14.º as duas regatas hoje realizadas, em Zushi.

Diogo Costa e Pedro Costa somam 37 pontos, a 33 dos australianos Matthew Belcher e Will Ryan, que lideram, com cinco pontos de vantagem sobre os britânicos Luke Patiebce e Chris Grube, segundos classificados.

Phil Walter

Tamila Holub falha apuramento para a final dos 800 livres

A nadadora portuguesa Tamila Holub falhou a qualificação para a final da prova dos 800 metros livres dos Jogos Olímpicos Tóquio 2020, ao terminar na 25.ª posição das eliminatórias.

A competir na segunda das quatro séries, Holub concluiu a prova em 8.40,04 minutos, falhando o apuramento para a final, depois de já ter tido o mesmo destino nos 1.500 metros, ao terminar as eliminatórias na 22.ª posição.

O tempo de Holub ficou ainda longe do recorde de Portugal, pertença de Diana Durães desde 2018, com 8.29,33 minutos, numa ronda de qualificação em que a estrela norte-americana Katie Ledecky foi a mais rápida, com o tempo de 8.15,67.

© Dominic Ebenbichler / Reuters

A SIC EM TÓQUIO

CONSULTE AQUI O MEDALHEIRO OLÍMPICO