Orçamento do Estado

OE2021. Governo prevê taxa de desemprego de 8,7% em 2020 e 8,2% em 2021

Lusa

Uma melhoria face aos números previstos em junho, segundo o relatório do Orçamento do Estado para 2021.

O Ministério das Finanças prevê que a taxa de desemprego atinja os 8,7% em 2020 e 8,2% em 2021, uma melhoria face aos números previstos em junho (9,6% e 8,7%, respetivamente) segundo o relatório do Orçamento do Estado para 2021 (OE2021).

"A melhoria esperada para o mercado de trabalho deverá levar a um crescimento do emprego em 1% (-3,8% em 2020), assim como, a uma redução da taxa de desemprego, a qual deverá diminuir de 8,7%, em 2020, para 8,2%, em 2021", pode ler-se no relatório que acompanha a proposta de Lei do Governo para o OE2021.

Os números divulgados pelo Governo contrastam com os apresentados no âmbito do Orçamento do Estado Suplementar para 2020, bem como da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) (11,6% para 2020 e 9,6% para 2021), Conselho das Finanças Públicas (10,0% e 8,8%, respetivamente) e Banco de Portugal (7,5% para 2020).

VEJA TAMBÉM: