Orçamento do Estado

Bloco de Esquerda defende maior proteção social no Orçamento do Estado

No final de uma reunião com a CGTP.

Bloco de Esquerda e CGTP convergem na preocupação sobre a proposta de Orçamento do Estado para 2021. À saída de uma reunião entre o partido e a central sindical na manhã desta terça-feira, Catarina Martins explicou porque considera não estar assegurada a proteção social de muitos desempregados e trabalhadores precários.

A coordenadora do BE diz-se preocupada com as empresas poderem despedir trabalhadores, sobretudo precários, mesmo quando estão a receber apoios do Estado relativos à pandemia. Critica ainda o facto de não terem sido reconstruídos os períodos de concessão do subsídio do desemprego.

Catarina Martins diz que, por isso, muitos trabalhadores que foram despedidos ainda na primeira vaga verão os subsídios de desemprego terminarem “mesmo antes da economia recuperar”.

Veja também: