Operação Marquês

Operação Marquês. "O regime está doente, a Justiça é o pior exemplo", afirma Rui Rio

O líder do PSD reagiu à decisão de Ivo Rosa três dias depois.

Rui Rio reagiu, três dias depois, à decisão do processo da Operação Marquês. Disse que a generalidade das pessoas não entendeu a decisão, afirmou que a Justiça está doente e que não está a funcionar e exigiu uma reforma.

Numa declaração sem direito a perguntas dos jornalistas, e depois de ter reunido a direção do partido no passado sábado, o líder do PSD atirou para todos os lados: criticou quem segue o caminho da investigação espetáculo e o populismo de quem se aproveita dela para chegar a uma conclusão.

Rio promete recuperar a proposta de reforma da Justiça que quis fazer quando chegou à liderança do PSD. Não andou para a frente pela falta de vontade política dos partidos. Sem nomear, Rio critica tanto o que tem sido pelo Presidente da República como pelo primeiro-ministro.

Também Francisco Rodrigues dos Santos, líder do CDS, partilha da mesma perplexidade em relação à decisão tomada na passada sexta-feira.

  • Confidentes de alunos e cúmplices de professores: o braço contínuo

    País

    Chamam-lhes “funcionários” porque funcionam. A expressão até parece sugerir que eles são os únicos que “funcionam”, dentro de uma escola. Acalmem-se os tolos. Significa apenas que os “assistentes operacionais”, ou “auxiliares de ação educativa”, títulos mais pomposos do que “contínuos” – expressão que estimo muito - são pau para toda a colher.

    Opinião

    Rui Correia

  • O planeta em que todos vivemos

    Futuro Hoje

    O Planeta Lourenço terá que ser ainda mais simples e eficaz na mensagem. É um risco. Frequentemente, quando me mostram aparelhos ou programas as coisas falham, é o que chamo de síndrome da demonstração. Mas isto acontece na vida real, é assim que vamos fazer.

    Opinião

    Lourenço Medeiros