Vacinar Portugal

Covid-19. DGS permite antecipar segunda dose da vacina em casos excecionais

Long Visual Press

Há exceções previstas na norma sobre a vacinação.

A DGS permite a antecipação da segunda dose da vacina contra a covid-19, mas apenas em casos excecionais, como viagens inadiáveis para o estrangeiro ou situações de comprovada urgência.

A norma, já em vigor, prevê encurtar o intervalo entre as duas doses da vacina a quem tenha de sair do país, mas apenas em viagens urgentes e devidamente fundamentadas.

Os motivos considerados "válidos" para a antecipação da segunda dose da vacina contra a covid-19 são tratamentos médicos, representações diplomáticas e de Estado, missões humanitárias ou obrigações laborais ou académicas, como Erasmus ou estágios.

Veja também:

  • 2:29