Vacinar Portugal

Marcelo diz que a DGS não proibiu a vacinação das crianças saudáveis

Também depende de aprovação médica e do calendário previsto para a vacinação.

O Presidente da República acredita que a vacinação das crianças entre os 12 e 15 anos pode fazer a diferença no futuro.

Marcelo Rebelo de Sousa disse que a Direção-Geral da Saude não proibiu a vacinação das crianças saudáveis e, por isso, essa continua a ser uma opção dos pais.

No entanto, não basta apenas a aprovação dos pais para que as crianças saudáveis entre os 12 e os 15 anos possam ser vacinadas.

Na conferência de imprensa de sexta-feira, a diretora-geral da Saúde esclareceu que depende de aprovação médica e do calendário previsto para a vacinação.

VEJA TAMBÉM: