Os números da Covid-19

Portugal com mais 5 mortes e 1.483 casos de covid-19 em 24 horas

PATRICIA DE MELO MOREIRA

Há mais de 600 pessoas internadas.

Portugal contabiliza esta segunda-feira 5 mortes e 1.483 novos casos de covid-19, segundo o relatório diário da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Desde o início da pandemia, Portugal já registou 17.117 mortes e 890.571 casos de infeção pelo vírus SARS-CoV-2, estando hoje ativos 38.829 casos, mais 705 em relação a ontem.

O boletim da DGS revela que estão internados 613 doentes, mais 46 do que ontem.

Nos cuidados intensivos estão 136 doentes, mais 8.

DGS

Os dados indicam ainda que mais 773 doentes foram dados como recuperados, fazendo subir para 834.628 o número total de recuperados desde o início da pandemia em Portugal, em março de 2020.

As autoridades de saúde têm sob vigilância 59.442 contactos, mais 1.142 relativamente ao dia anterior.

A incidência da infeção com o SARS-CoV-2 em Portugal continental subiu para os 231,0 casos por 100.000 habitantes e na totalidade do território é de 224,6, revelam dados oficiais.

Na sexta-feira, a incidência da infeção com o coronavírus SARS-CoV-2 em Portugal continental estava nos 194,2 casos por 100.000 habitantes, enquanto o valor para a totalidade do território se situava nos 189,4.

O R(t) está em 1,19 a nível nacional e no continente a 1,20.

Os dados dos indíces R(t) e da incidência são atualizados à segunda-feira, quarta-feira e sexta-feira.

Dados por região

A área de Lisboa e Vale do Tejo tem 54% do total das novas infeções, concentrando 802 novos casos.

As cinco mortes ocorreram na região de Lisboa e Vale do Tejo (3), na região Norte (1) e na região do Algarve (1).

A região de Lisboa e Vale do Tejo com a notificação de 802 novas infeções, contabiliza até agora 345.840 casos e 7.278 mortos.

Na região Norte há 314 novas infeções por SARS-CoV-2, totalizando 348.379 casos de infeção e 5.369 mortes desde o início da pandemia.

Na região Centro registaram-se mais 93 casos, acumulando-se 123.057 infeções e 3.027 mortos.

No Alentejo foram assinalados mais 24 casos, totalizando 31.307 infeções e 973 mortos desde o início da pandemia.

Na região do Algarve o boletim de hoje revela que foram registados 203 casos, acumulando-se 25.673 infeções e 366 mortos.

A região Autónoma da Madeira registou 15 casos, somando 9.984 infeções e 70 mortes devido à covid-19 desde março de 2020.

Os Açores têm hoje 32 novos casos contabilizando 6.331 casos e 34 mortos desde o início da pandemia.

As autoridades regionais dos Açores e da Madeira divulgam diariamente os seus dados, que podem não coincidir com a informação divulgada no boletim da DGS.

Dados por género e grupo etário

O novo coronavírus já infetou em Portugal pelo menos 406.333 homens e 483.744 mulheres, mostram os dados da DGS, segundo os quais há 494 casos de sexo desconhecido, que se encontram sob investigação, uma vez que esta informação não é fornecida de forma automática.

Do total de vítimas mortais, 8.986 eram homens e 8.131 mulheres.

O maior número de óbitos continua a concentrar-se nos idosos com mais de 80 anos, seguidos da faixa etária entre os 70 e os 79 anos.

Do total de mortes, 11.234 eram pessoas com mais de 80 anos, 3.655 com idades entre os 70 e os 79 anos, e 1.542 tinham entre os 60 e os 69 anos.

Quanto às infeções o boletim revela que do total de 890.571 pessoas infetadas desde o inicio da pandemia, 50.127 tinham entre os 0 e os 9 anos, 84.701 entre os 10 e os 19 anos, 130.925 entre os 20 e os 29 anos, 129.535 entre os 30 e os 39 anos, 147.908 entre os 40 e os 49 anos, 130.101 entre os 50 e os 59 anos, 80.956 entre os 60 e os 69 anos, 57.310 entre os 70 e os 79 anos e 70.520 com mais de 80 anos.

Objetivo de 120 mil vacinas por dia leva a longas filas para a vacinação

As filas e o tempo de espera para a vacinação têm sido grandes e o coordenador do plano de vacinação contra a covid-19 avisa que são inevitáveis.

O vice-almirante Gouveia e Melo diz que é a única forma de aumentar o ritmo de vacinação para as 120 mil inoculações diárias nas próximas duas semanas.

Com um novo ritmo de inoculações estabelecido para esta e para a próxima semana e com os jovens entre os 18 e os 29 anos a serem vacinados desde o fim de semana, o coordenador do grupo de trabalho prevê que, em setembro, 70% da população tenha a vacinação completa.

"Vacinas não asseguram 100% da proteção", avisa o primeiro-ministro

O primeiro-ministro retomou a agenda pública após 5 dias em isolamento profilático, após realizar o teste à covid-19.

Em Loures, António Costa admitiu que não gostou de ter voltado ao confinamento, nem de ser confrontado com as dúvidas acerca da vacinação completa e do isolamento.

A DGS está a estudar a alteração da norma para pessoas com dupla vacinação, mas até agora apenas houve redução do número de dias de confinamento obrigatório.

De que forma estamos a olhar para os outros? A pandemia "criou e reativou medos"

O filósofo José Gil considera que estamos a viver uma outra forma de relacionamento social, "porque temos medo uns dos outros e escapamos e queremos fugir". O que vai no sentido inverso ao da sociabilização habitual, que é a de querermos conviver e aproximarmo-nos uns dos outros.

Mais de 3,9 milhões de mortos no mundo

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 3.980.935 mortos em todo o mundo, resultantes de mais de 183.741.570 de casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo o balanço mais recente feito pela agência France-Presse.

Os países com o maior número de mortos são os Estados Unidos, o Brasil, México, Rússia, a Índia e França.

A covid-19 é uma doença respiratória causada pelo novo coronavírus SARS-CoV-2 detetado no final de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

A grande maioria dos pacientes recupera, mas uma parte evidencia sintomas por várias semanas ou até meses.

Links úteis

Mapa com os casos a nível global