Os números da Covid-19

Portugal com mais 8 mortes e 3.285 casos de covid-19 em 24 horas

R(t) subiu para 1,20.

Portugal contabiliza esta quarta-feira mais 8 mortes - o número mais elevado desde 14 de abril - e 3.285 novos casos de covid-19 - o valor mais elevado desde 11 de fevereiro -, segundo o relatório diário da Direção-Geral da Saúde (DGS).

A área de Lisboa e Vale do Tejo tem 52,2% do total das novas infeções, concentrando 1.717 novos casos.

Desde o início da pandemia, Portugal já registou 17.126 mortes e 896.026 casos de infeção pelo vírus SARS-CoV-2, estando hoje ativos 40.258 casos, mais 1.770 em relação a ontem.

O boletim da DGS revela que estão internados 603 doentes, menos 10 do que ontem.

Nos cuidados intensivos estão 130 doentes, menos 3 do que ontem.

Os dados indicam ainda que mais 1.507 doentes foram dados como recuperados, fazendo subir para 838.642 o número total de recuperados desde o início da pandemia em Portugal, em março de 2020.

As autoridades de saúde têm sob vigilância 67.055 contactos, mais 3.033 relativamente ao dia anterior.

Taxas de incidência e transmissibilidade

A incidência da infeção com o SARS-CoV-2 em Portugal continental é de 254,8 casos por 100.000 habitantes e na totalidade do território é de 247,3, revelam dados oficiais.

O R(t) - índice que mede o risco de transmissibilidade – está em 1,20 a nível nacional e no continente.

DGS

Os dados dos indíces R(t) e da incidência são atualizados à segunda-feira, quarta-feira e sexta-feira.

Os números por regiões

A região de Lisboa e Vale do Tejo com a notificação de 1.717 novas infeções, contabiliza até agora 348.708 casos e 7.285 mortos.

Na região Norte foram registadas hoje 821 novas infeções por SARS-CoV-2, totalizando 349.837 casos de infeção e 5.370 mortes desde o início da pandemia.

Na região Centro registaram-se mais 290 casos, acumulando-se 123.513 infeções e 3.028 mortos.

No Alentejo foram assinalados mais 75 casos, totalizando 31.434 infeções e 973 mortos desde o início da pandemia.

Na região do Algarve o boletim de hoje revela que foram registados 321 novos casos, acumulando-se 26.139 infeções e 366 mortos.

A região Autónoma da Madeira registou 24 casos, somando 10.018 infeções e 70 mortes devido à covid-19 desde março de 2020.

Os Açores têm hoje 37 novos caso contabilizando 6.377 casos e 34 mortos desde o início da pandemia.

As autoridades regionais dos Açores e da Madeira divulgam diariamente os seus dados, que podem não coincidir com a informação divulgada no boletim da DGS.

Os números por idades

O novo coronavírus já infetou em Portugal pelo menos 409.057 homens e 486.469 mulheres, mostram os dados da DGS, segundo os quais há 500 casos de sexo desconhecido, que se encontram sob investigação, uma vez que esta informação não é fornecida de forma automática.

Do total de vítimas mortais, 8.991 eram homens e 8.135 mulheres.

O maior número de óbitos continua a concentrar-se nos idosos com mais de 80 anos, seguidos da faixa etária entre os 70 e os 79 anos.

Do total de mortes, 11.240 eram pessoas com mais de 80 anos, 3.657 com idades entre os 70 e os 79 anos, e 1.542 tinham entre os 60 e os 69 anos.

Quanto às infeções o boletim revela que do total de 896.026 pessoas infetadas desde o início da pandemia, 50.627 tinham entre os 0 e os 9 anos, 85.454 entre os 10 e os 19 anos, 132.294 entre os 20 e os 29 anos, 130.543 entre os 30 e os 39 anos, 148.821 entre os 40 e os 49 anos, 130.551 entre os 50 e os 59 anos, 89.209 entre os 60 e os 69 anos, 57.446 entre os 70 e os 79 anos e 70.581 com mais de 80 anos.

Novo recorde de vacinação em Portugal com 154.600 doses administradas num dia

Portugal alcançou esta terça-feira um novo recorde do número de vacinas contra a covid-19 administradas: 154.600 doses inoculadas num dia.

É o segundo dia consecutivo a alcançar os valores mais elevados de administração de vacinas, tendo na segunda-feira sido administradas 141.500 doses, perfazendo um total de mais de 297 mil inoculações em dois dias.

Centros de vacinação vão funcionar com sistema de semáforos

Os constantes problemas do sistema informático que gere o autoagendamento para a vacinação contra a covid-19, levaram o vice-almirante Gouveia e Melo a exigir maior controlo sobre a plataforma que, até agora, tem estado a cargo dos serviços partilhados do Ministério da Saúde. A medida é uma tentativa de agilizar o grande aumento de inoculações previstas.

A SIC sabe que, a partir de quarta-feira, os centros de vacinação vão passar a ter um sistema de semáforos: se a luz for vermelha significa que é provável que o utente tenha de esperar mais de uma hora para ser vacinado; se for verde a previsão baixa para os 30 minutos de espera.

36% da população residente em Portugal com vacinação completa

Um total de 3.720.680 pessoas têm a vacinação completa contra a covid-19 em Portugal, o equivalente a 36% da população residente, revela o relatório semanal da vacinação divulgado esta terça-feira pela Direção-Geral da Saúde.

Segundo o relatório, que reporta dados até domingo, o número de pessoas com pelo menos a vacinação iniciada ascende a 5.740.878 (56%).

Ao todo, Portugal recebeu 10.994.160 doses e distribuiu 9.207.759 (nestes últimos números não estão incluídas as distribuições feitas nas regiões autónomas da Madeira e dos Açores).

Variante Lambda poderá ser mais contagiosa

Vários países ainda estão preocupados com a propagação da variante Delta, mas na mira dos especialistas e governos acrescenta-se uma nova variante, Lambda, identificada pela primeira vez no Peru.

Estudada pelo Chile, é apontada como muito infecciosa e com maior capacidade para escapar aos anticorpos produzidos pela vacina.

É mais uma razão para o alerta deixado pela Organização Mundial da Saúde para os países que querem levantar restrições contra o vírus e para aqueles que parecem terem-no esquecido.

Links úteis

Mapa com os casos a nível global