Violência em Moçambique

Missão militar da UE em Moçambique. “Foi um grande esforço português ao longo destes últimos meses"

Ministro da Defesa felicitou a decisão de enviar ajuda militar para o país

A União Europeia (UE) aprovou ajuda militar a Moçambique. A operação será comandada por um general português. Em entrevista à SIC, o ministro da Defesa felicitou a decisão e garantiu que o objetivo da missão é apoiar as forças armadas na região de Cabo Delgado.

“Foi um grande esforço português ao longo destes últimos meses. Foi com muita satisfação que vimos a formalização destes apoio da UE à situação em Moçambique”, disse João Gomes Cravinho.

O ministro sublinha ainda a celeridade com que o processo se desenvolveu, tendo em conta os procedimentos da UE.

“Se algo me surpreendeu nisto foi a forma como a credibilidade portuguesa na argumentação junto dos parceiros da UE conseguiu com que todos os países sem exceção aceitassem o desenvolvimento desta missão e a consolidação que é sempre lento face ao que queríamos, mas em termos dos procedimentos da UE foi efetivamente muito rápido”, afirma.

Veja mais:

  • 1:31