Mundo

Cheias na Alemanha. Sobe para 171 o número de mortes

Governo avança com 400 milhões para ajuda imediata.

O número de mortos das cheias na Alemanha subiu para 171. Entretanto, o Governo alemão vai desbloquear cerca de 400 milhões de euros para ajudar as vítimas das inundações.

O plano já aprovado em Conselho de Ministros implica avançar com uma quantia de 400 milhões de euros para dar resposta às necessidades mais urgentes. É o caso de segurança de prédios e infraestruturas danificadas nas regiões mais afetadas pelas cheias, algumas das quais continuam sem água potável e eletrecidade.

As autoridades alemãs estão a ser alvo de críticas por não terem conseguido alertar as populações para o risco iminente de cheias, noticiaram os meios de comunicação social locais.

A chanceler alemã, na segunda visita que fez aos locais mais afetados, prometeu que tudo fará para ajudar as pessoas que ficaram sem nada para além da roupa que tinham no corpo.

À medida que as águas recuam, as operações de limpeza avançam. Em Ahrweiler, uma das zonas mais fustigadas pelo dilúvio procuram-se vítimas em locais de difícil acesso, como parques subterrâneos.

Os governos regionais asseguram que não ignoraram as previsões e dizem que muitos avisos não chegaram, porque a rede de comunicações colapsou.

Vários especialistas já alertaram para a necessidade de repensar os sistemas de alertas.

Veja também: