Mundo

Seis delegados da UNITA detidos com supostas atas falsas em Angola, partido desmente

Seis delegados da UNITA detidos com supostas atas falsas em Angola, partido desmente
Horacio Villalobos
Secretário da UNITA para a Comunicação confirmou a detenção, mas disse que os documentos não eram atas falsas.

Seis delegados da União Nacional para a Independência Total de Angola (UNITA) foram detidos na quarta-feira à noite na posse de supostas atas falsas, informação que o partido desmente, alegando tratar-se de documentos relacionados com a formação eleitoral.

Segundo a agência de notícias angolana ANGOP, os delegados de lista foram detidos na comuna Canacassala, município do Nambuangongo, província do Bengo, acusados de tentativa de adulteração de atas eleitorais.

Segundo o presidente da Comissão Provincial Eleitoral, José Pedro Jamba, os detidos encontravam-se na posse de atas falsas, já preenchidas.

O secretário da UNITA para a Comunicação e Imagem, Lourenço Bento, confirmou a detenção, mas disse à Lusa que os documentos não eram atas falsas, tratando-se de material usado na formação eleitoral dos delegados. Segundo explicou, a formação é feita com base em materiais e documentos semelhantes aos reais.

A UNITA promoveu diligências junto das autoridades da província do Bengo no sentido de libertar os delegados, sem sucesso, já que segundo o secretário provincial adjunto da UNITA do Bengo, Joel Pacheco, os delegados de lista continuam detidos.

Últimas Notícias
Mais Vistos