Mundo

Boris Johnson garante total apoio a Liz Truss no discurso de despedida

Loading...
Primeiro-ministro cessante diz que Reino Unido está preparado para enfrentar Putin.

Boris Johnson culpou esta segunda-feira a Rússia pela atual crise energética na Europa.

No entanto, o primeiro-ministro britânico cessante afirmou que o Reino Unido está preparado para enfrentar Vladimir Putin e garantiu total apoio ao novo Governo de Liz Truss.

Este é um momento difícil para a economia, para as famílias de todo o país, mas nós podemos e vamos sair disto mais fortes.

As declarações foram feitas no discurso de despedida, em Downing Street, antes de partir para o Castelo de Balmoral, na Escócia, onde vai apresentar formalmente a demissão à rainha Isabel II.

Perante dezenas de assessores, membros do Governo e jornalistas, Boris Johnson disse que ia dar ao novo Governo "nada mais do que o mais apoio fervoroso".

Destacou também destacou as prinicipais ações do Gverno durante o mandato.

Loading...

No discurso, o líder cessante falou ainda sobre o futuro, mas não deu muitos pormenores em relação àquilo que iria fazer daqui para a frente.

Sobre o tema de saltos para carreiras futuras, deixem-me dizer que sou agora como um daqueles foguetes impulsionadores que cumpriu a sua função. Vou agora reentrar suavemente na atmosfera e mergulhar invisivelmente num canto remoto e obscuro do Pacífico.”

Liz Truss, nomeada líder do partido conservador na segunda-feira, será indigitada primeira-ministra durante uma audiência com a rainha, depois do encontro da monarca com Johnson.

No regresso a Londres, fará um discurso também em Downing Street, pelas 16:00, antes de começar a formar um novo Governo.

Últimas Notícias
Mais Vistos