Mundo

"Parecia uma cena de filme": os testemunhos de quem viveu a tragédia na Coreia do Sul

Loading...

O Presidente sul-coreano decretou luto nacional e prometeu investigação aprofundada sobre o que aconteceu durante festejos de Halloween em Seul. Alertamos para a violência das imagens.

A noite era de celebrações, mas rapidamente se tornou numa tragédia. Mais de 150 pessoas morreram e pelo menos 150 ficaram feridas em Seul, Coreia do Sul, durante a festa de Halloween.

Quando tentaram passar ao mesmo tempo numa rua estreita, foram espezinhadas e sufocadas. Centenas entraram em paragem cardiorrespiratória e muitas morreram esmagadas.

Os corpos foram recolhidos por ambulâncias e os feridos foram encaminhados para os hospitais mais próximos. Testemunhas que assistiram à debandada contam que parecia a “cena de um filme, um cenário de guerra", um “caos completo”.

Este domingo o Presidente sul-coreano anunciou um período de luto nacional e prometeu uma investigação aprofundada para apurar as causas. Segundo os meios de comunicação locais, durante a noite, terá surgido uma mensagem entre os jovens que dizia que uma celebridade iria estar naquela rua, o que poderá ter provocado a debandada

Pelas ruas de Seul multiplicam-se as homenagens. De acordo com as autoridades, pelo menos 19 estrangeiros morreram durante a debandada. Os Governos da Noruega e Áustria já confirmaram a morte de duas pessoas.

Alertamos para a violência das imagens.

Últimas Notícias
Mais Vistos
Mais Vistos do