País

Ministra da Justiça: "Tenho condições para continuar"

Admite erros no caso da polémica com o procurador europeu José Guerra.

A ministra da Justiça, Francisca Van Dunem, não se demite do cargo.

A responsável admitiu, durante a audição no Parlamento, que foram cometidos erros no caso do procurador europeu José Guerra. No entanto, diz que tem condições para continuar no cargo.

Francisca Van Dunem foi ouvida no Parlamento esta quinta-feira sobre a polémica com o currículo de José Guerra.