País

Tribunal de Instrução Criminal está "mal concebido". Presidente do Supremo vai propor fim do TCIC

António Joaquim Piçarra diz que arrastar de processos é "insustentável".

Na semana em que é conhecida a decisão sobre o julgamento da Operação Marquês, o presidente do Supremo Tribunal de Justiça vem defender a extinção do Tribunal Central de Instrução Criminal.

Numa entrevista à agência Lusa, António Joaquim Piçarra considera insustentável uma fase que é apenas de instrução arrastar-se durante anos.

É no Tribunal Central de Instrução Criminal que se concentram os processos mais mediáticos da justiça portuguesa.

Nesta entrevista à agência Lusa, que será divulgada na íntegra na quinta-feira, o juiz-conselheiro disse que vai avançar com uma proposta junto do Conselho Superior da Magistratura.

António Joaquim Piçarra é a quarta figura do Estado Português. Está à frente do Supremo Tribunal de Justiça desde outubro de 2018.

Veja também: