País

Novo hospital de Lisboa Oriental deverá estar a funcionar em 2026

Novo hospital de Lisboa Oriental deverá estar a funcionar em 2026
bymuratdeniz
O anúncio de uma promessa antiga agrada à população de Marvila e aos profissionais de saúde.
Loading...

A obra de construção do Novo Hospital de Lisboa foi adjudicada. O centro hospitalar será construído num regime de Parceria Público-Privada (PPP). O valor da construção e a data de início da construção não foram divulgados pelo Governo, mas a SIC sabe que objetivo é ter o hospital pronto em 2026.

É uma promessa antiga de vários Governos, que remonta à década de 1980. Parece que é agora que vai avançar a construção do novo hospital na zona oriental de Lisboa. Os terrenos destinados aos 180 mil metros quadrados da obra ficam situados na freguesia de Marvila. Será considerada a maior obra do país na última década: o hospital terá capacidade para 875 camas.

O despacho da adjudicação foi assinado pela ministra da Saúde, Marta Temido, e pelo secretário de Estado do Tesouro, Miguel Cruz. A obra foi entregue ao grupo Mota-Engil, que, segundo consideraram os avaliadores, era a proposta economicamente mais vantajosa.

Apesar de o Governo não dizer qual o valor da proposta da Mota-Engil, a SIC sabe que se situa nos 257 milhões de euros que terão de ser pagos pelo Estado anualmente até 2053.

Quanto a datas para conclusão do projeto, o Governo também não se compromete. Mas o objetivo é começar a obra em 2023 e, se tudo correr como planeando, ter um novo hospital a funcionar em 2026.

A PPP foi assinada para a construção e manutenção do hospital, sendo que a gestão e a compra de equipamentos estará a cargo do Estado.

Construção de novo hospital é bem vista pelos profissionais de saúde e moradores de Marvila

Loading...

Boa parte dos moradores de Marvila está satisfeita com a construção do novo hospital, mas há quem queira ver para crer. No café a 100 metros do terreno previsto para a obra, no bairro conhecido por Zona J, o tema de conversa é o novo hospital. Um tema que para os moradores é já muito antigo.

Com este projeto, beneficiam os moradores de Marvila, os utentes e os profissionais de saúde, que vão poder encontrar melhores condições de trabalho no novo Hospital de Lisboa Oriental. Os enfermeiros aplaudem a construção desta nova unidade hospitalar, mas avisam que o Serviço Nacional de Saúde enfrenta uma escassez de recursos humanos. Para os médicos, este novo hospital vai permitir uma concentração de serviços.

O novo Hospital de Lisboa Oriental vai assegurar grande parte da atividade desempenhada atualmente pelo Centro Hospitalar Universitário de Lisboa Central, do qual fazem parte os Hospitais de São José, Santa Marta, Santo António dos Capuchos, Dona Estefânia, a Maternidade Alfredo da Costa e o Hospital Curry Cabral.