País

Ventura desvaloriza demissões no Chega e diz serem consequências do rápido crescimento

Loading...
Gabriel Mithá Ribeiro é o mais recente membro do Chega a afirmar-se dececionado com o trabalho do partido.

Nos últimos meses, houve várias demissões no Chega. Os ex-dirigentes criticam André Ventura, mas o líder desvaloriza. Diz que os desentendimentos são uma consequência do rápido crescimento do partido.

Ventura defende que o partido “tem de ter”, à semelhança do futebol, um “treinador”. Mas o Chega parece não poder reger-se pela máxima futebolista de que “em equipa que ganha não se mexe”. Quando aparece um jogador mais criativo, que sai da tática do treinador, há problemas.

O último caso é o de Gabriel Mithá Ribeiro, que se assume dececionado com o trabalho do partido. Admite deixar o Chega, mas pretender manter-se no Parlamento como deputado não-inscrito.

A lista de 12 deputados eleitos pode passar a 11, caso Mithá Ribeiro decida bater com a porta. Esta é a primeira ameaça de saída do grupo eleitoral, mas há mais dirigentes que, nos últimos tempos, deixaram as suas funções.

Em fevereiro, Tiago Sousa Dias demitiu-se de secretário-geral. Justificou que não abdicava da liberdade de pensar por si próprio.

José Dias, ex-vice-presidente do partido, criticou a rentreé do Chega no Facebook, defendeu que André Ventura se aburguesou e diz que terá sido isso o que levou à suspensão do partido, decidida pela Comissão de Ética que propõe também expulsá-lo.

O ex-vice-presidente gostava de ver Nuno Afonso na liderança e Nuno Afonso é outro dos rostos críticos do líder. Era chefe de gabinete do grupo parlamentar, mas foi exonerado em maio. Desde então, tem sido visto como capitão da oposição a ventura.

A nível autárquico, a história também tem sido de confrontos: o Chega elegeu 19 vereadores e – entre os que saíram e os que foram convidados a sair – já perdeu um terço. André Ventura pede união e, quando não a tem, há congressos extraordinários ou moções de confiança para mostrar que tem força para continuar na liderança.

Últimas Notícias
Mais Vistos