País

Montenegro diz que "é urgente" apurar se lei das incompatibilidades está ou não a ser cumprida

Loading...
Líder do PSD diz que "se forem aparecendo mais dúvidas está colocada em causa ao autoridade do Governo"

O presidente do PSD, Luís Montenegro, insiste que é urgente que as autoridades judiciais apurarem, com urgência, se a lei das incompatibilidades está ou não a ser cumprida. Aponta que situação vivida causa “uma atmosfera quase irrespirável”.

Nas últimas semanas vários ministro e alguns membros do Executivo foram acusados de terem violado o regime de incompatibilidade em vigor aplicado a titulares de cargos públicos.

O líder dos sociais-democratas já se tinha pronunciado acerca desta situação e, inclusive, já tinha vindo a público pedir uma verificação acerca das suspeitas, para além de ter anunciado que se opunha a uma mudança da lei atualmente em vigor “a correr”.

Montenegro reiterou que é “urgente” apurar se a lei está a ser cumprida correta ou incorretamente, vinca que “essa é a essência desta matéria”. O líder do PSD diz que esta situação vivida com vários responsáveis políticos apenas contribui para “uma atmosfera quase irrespirável”, e que se vierem a público mais dúvidas semelhantes, a autoridade do Governo será colocada em causa.

Com isto reitera que é essencial que as as autoridades judiciais procedam a um trabalho de investigação, com o intuito de esclarecer a verdade e o cumprimento da lei das incompatibilidades.

Últimas Notícias