País

Lula e Nyusi em Belém: uma visita que mais parecia um encontro de velhos amigos

Loading...

No exterior do Palácio de Belém, dois grupos manifestavam-se a favor e contra a eleição de Lula da Silva.

Lula da Silva está em Lisboa. Veio da Cimeira do Clima, no Egito. Apesar de apenas tomar posse como Presidente do Brasil no início do ano, Lula está a ser recebido ao mais alto nível. Todo o percurso foi marcado pela presença de apoiantes e detratores do Presidente eleito.

À saída de um restaurante luso-brasileiro no bairro lisboeta de Campo de Ourique, o Presidente eleito do Brasil, acompanhado pela mulher e por Fernando Haddad, tinha um primeiro banho de multidão na rua.

Não seria o único momento de manifestações populares a favor de Lula da Silva. Houve também protestos contra, embora em menor número.

Lula da Silva foi recebido no Palácio de Belém para uma reunião com Marcelo Rebelo de Sousa, mas que acabou por se tornar num encontro a três com o Presidente de Moçambique, Filipe Nyusi. O momento mais parecia um encontro de velhos amigos.

Para além da língua, os três homens partilham a experiência de contacto do tempo em que Nyusi era ministro da Defesa de Moçambique e Lula presidente do Brasil. A visita do Presidente moçambicano e do Presidente eleito do Brasil foi seguida com interesse pela imprensa dos diferentes países.

No exterior do Palácio de Belém, o interesse era polarizado entre dois grupos dificilmente conciliáveis: uns a favor e outros contra. A polícia teve de separar os dois grupos que manifestaram durante a tempo que durou o encontro entre os Presidentes e o futuro Presidente.

À saída, já sem a presença do Presidente de Moçambique, Marcelo e Lula selaram planos de novo encontro – o mais tardar para Brasília, na tomada posse do novo Presidente do Brasil, que está marcada para o início do ano.

Últimas Notícias
Mais Vistos