Economia

Bolsa de Lisboa chega a terreno positivo com ações da EDP a subir 2,5%

Jose Manuel Ribeiro

CMVM levantou, esta terça-feira, a suspensão da negociação das ações da elétrica.

Depois de ter arrancado no vermelho, a Bolsa de Lisboa chegou a terreno positivo com a Ibersol e a EDP Renováveis a liderarem os ganhos.

Suspensas desde ontem à tarde, as ações da EDP e da EDP renováveis voltaram hoje a ter autorização da CMVM para serem negociadas em bolsa, e após uma hora de transações já estavam a ganhar.

2,5% no caso da EDP, principal empresa do grupo elétrico enquanto as Renováveis subiam mais de 2%.

Ganhos que empurraram o principal índice da Bolsa de Lisboa, o PSI-20, para terreno positivo, após a abertura da sessão a perder.

As acções da Elétrica foram suspensas na tarde desta segunda-feira após o presidente da EDP António Mexia e o administrador João Manso terem sido suspensos de funções, como medida de coação decidida pelo juiz Carlos Alexandre no caso EDP.