Economia

Evolução do preço do gasóleo e gasolina nos últimos anos

Dos protestos em 2008 à redução dos preços em 2015.

A escalada do preço dos combustíveis motivou uma onda de protestos, em 2008, que fez parar o país. Em 2015, o gasóleo chegou a estar abaixo de um euro por litro. A última década foi marcada por várias oscilações.

No mês de junho de 2008, centenas de camiões ocuparam as principais estradas, quase bloqueando o país. Muitos postos de abastecimento ficaram sem combustível e até os supermercados ficaram de prateleiras vazias.

Nessa altura, o barril de petróleo ultrapassava os 100 dólares por barril. Nas bombas, o gasóleo custava mais de 1,20 euros por litro e a gasolina mais de 1,40. Os protestos voltaram à estrada em 2011.

O alívio na carteira dos portugueses só chegaria em finais de 2014 e 2015. O preço dos combustíveis registaram sucessivas baixas e o preço do barril estava a ser negociado abaixo dos 40 dólares – menos cerca de 100 euros do que em 2008.

Para estas oscilações, contribuiu também a desvalorização do euro e o agravamento fiscal. A covid-19 provocou uma queda significativa no valor deste ativo, no entanto, o final de 2020 fica marcado por uma recuperação que se traduz em mais custos para os condutores.

► VEJA MAIS:

  • O planeta em que todos vivemos

    Futuro Hoje

    O Planeta Lourenço terá que ser ainda mais simples e eficaz na mensagem. É um risco. Frequentemente, quando me mostram aparelhos ou programas as coisas falham, é o que chamo de síndrome da demonstração. Mas isto acontece na vida real, é assim que vamos fazer.

    Opinião

    Lourenço Medeiros