Eleições Autárquicas

Autárquicas: António Costa frustrado por perder Lisboa e Coimbra

O secretário-geral do PS mostra-se contente pelo número de Câmaras que o partido ganhou.

António Costa diz que o PS teve uma vitória indiscutível nas eleições autárquicas, por ter garantido a presidência socialista em 150 Câmaras Municipais. Porém, mostrou-se frustrado com a perda da capital e de Coimbra e falou em derrota "inesperada".

Ainda o resultado de Lisboa não estava fechado e já António Costa aparecia em frente às câmaras para discutir a "possível derrota".

"É uma derrota que penaliza qualquer partido", assume António Costa.

Apesar de ainda não se saber que Fernando Medina tinha perdido a capital, o secretário-geral já sabia que tinha perdido Coimbra, o que significa que perdeu a presidência da Associação Nacional de Municípios. Não conseguiu mais nenhuma capital de distrito, para além das que já tinha.

À hora a que António Costa deixava o Largo do Rato, para seguir para o Pátio da Galé, já Rui Rio cantava vitória.

Durante longos minutos, António Costa ouviu Fernando Medina reconhecer a derrota. A vitória nacional ficou manchada: Lisboa tinha fugido das mãos socialistas. Em contrapartida, celebra o número de Câmaras que o Partido Socialista conseguiu alcançar:

"mas também ficamos felizes pelas outras que ganhámos, no conjunto dos 308 municípios, 150 serem de presidências apoiadaas pelo PS"

Os votos que o PS perdeu foram para a CDU e não para as coligações PSD/CDS.

VEJA TAMBÉM: