Eleições Autárquicas

Autárquicas na Grande Lisboa: surpresas e alguns resultados previsíveis

Cascais, Oeiras, Sintra e Amadora mantiveram os Presidentes de Câmara. Em Loures, a CDU perdeu para os socialistas.

No final da noite, houve uma surpresa na Grande Lisboa. Com 31,5 por cento dos votos, o socialista Ricardo Leão venceu em Loures e retirou aos comunistas a Câmara conquistada há oito anos.

Na Amadora, foram confirmadas as previsões. A atual presidente da Câmara, do PS, Carla Tavares venceu com maioria absoluta. Suzana Garcia, líder da coligação de direita "dar a voz à Amadora", conquistou 24,5% dos votos, o que permitiu eleger três vereadores.

Sintra também continua nas mãos dos socialistas, Basílio Horta somou mais uma vitória, apesar de ter perdido a maioria absoluta.

Carlos Carreiras, candidato da coligação PSD/CDS-PP à Câmara de Cascais, venceu este domingo com maioria absoluta. Com mais de 52% dos votos, passa de seis para sete vereadores.

Os comunistas perderam o único vereador que tinham na autarquia de Cascais e também na de Oeiras, onde Isaltino Morais voltou a ganhar com maioria absoluta e reforçou a votação em relação às autárquicas de 2017.

VEJA TAMBÉM:

  • Vamos falar de jejum: era capaz de ficar 16 horas por dia sem comer?

    País

    O jejum intermitente é um regime alimentar que impõe um período de restrição alimentar. Existem vários modelos, mas o mais conhecido é dividido em 16 horas de jejum e oito horas em que pode comer livremente. Os especialistas reconhecem benefícios nesta prática, mas afirmam que a investigação científica ainda é escassa.

    Exclusivo Online

    Filipa Traqueia