Coronavírus

Deu negativo caso suspeito de coronavírus no Hospital D.ª Estefânia

Hospital D.ª Estefânia (Arquivo)

Foi o 11.º caso suspeito em Portugal.

Especial Coronavírus

As análises à criança, regressada da China, internada no Hospital D.ª Estefânia, em Lisboa, por suspeita de infeção com o novo coronavírus, deram resultado negativo, informou esta terça-feira a Direção-Geral da Saúde (DGS).

Em comunicado, a DGS refere que "(...) o 11.º caso suspeito de infeção por novo Coronavírus (COVID-19), uma criança que foi hoje encaminhada para o Hospital Dona Estefânia, (...) resultou negativo após realização de análises laboratoriais pelo Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge (INSA), com duas amostras biológicas negativas".

Todos os casos suspeitos em Portugal deram, até ao momento, negativo.

O QUE SÃO CORONAVÍRUS?

É de relembrar que os coronavírus não são novidade, são um grande grupo de vírus comuns entre os animais.

Os coronavírus (CoV) são uma grande família de vírus que causam doenças que variam da constipação comum a doenças mais graves, como a Síndrome Respiratória do Médio Oriente (MERS-CoV) e a Síndrome Respiratória Aguda Grave (SARS-CoV). O novo coronavírus (2019-nCoV) é uma nova estirpe que não tinha sido previamente identificada em humanos, explica a OMS.

Assim:

Covid-19 deriva do inglês corona virus disease - doença por coronavírus.

2019-nCoV é uma nova estirpe de coronavírus que não tinha sido identificada antes do surto que começou em Wuhan, na China, em dezembro de 2019.

Tal como outras doenças respiratórias, a infeção pelo 2019-nCoV pode causar sintomas leves mas pode ser mais grave para algumas pessoas e pode levar a pneumonia ou dificuldades respiratórias. Mais raramente, a doença pode ser fatal. Pessoas idosas ou com condições médicas pré-existentes (como diabetes e doenças cardíacas) parecem ser mais vulneráveis a ficar gravemente doentes com o vírus.

Veja também: