Coronavírus

Federação de canoagem suspende competições até 29 de março devido a coronavírus

Tamas Kovacs

Suspensão de todas as competições sob a égide da FPC previstas no calendário nacional.

A Federação Portuguesa de Canoagem (FPC) anunciou hoje a "suspensão imediata" de todas as competições marcadas "até ao dia 29 de março", devido à pandemia da Covid-19.

A suspensão afeta vários eventos da modalidade, incluindo, já no próximo fim de semana, a jornada inaugural do campeonato nacional de kayak polo, agendada para Vila Franca de Xira.

"Pretende-se contribuir ativamente para a prevenção e o controlo da pandemia provocada pelo vírus SARS-COV-2 [síndrome respiratória aguda grave - coronavírus 2]", refere, em comunicado, a direção da Federação Portuguesa de Canoagem.

O campeonato nacional de fundo e a Taça de Portugal de tripulações, marcados para Mirandela, para os dias 21 e 22 de março, respetivamente, também foram adiados.

Igualmente suspensos foram o campeonato nacional de slalom, previsto para 28 e 29 de março, em Vizela, e o campeonato nacional de canoagem de mar, cuja primeira etapa estava agendada para o dia 28 de março, em Lagoa.

Além das competições nacionais, a suspensão estende-se a campeonatos regionais ou quaisquer outras competições sob a égide da Federação Portuguesa de Canoagem (FPC) previstas no calendário nacional.

De acordo com a duração global da situação de saúde pública vigente, a federação equacionará o reagendamento ou o cancelamento das referidas competições, informando em devido tempo os clubes das opções tomadas e, se aplicável, das novas datas para os eventos.

O organismo recomenda ainda cuidados redobrados aos atletas residentes no centro de estágios de Montemor-o-Velho e pede a todos os agentes para evitar deslocações à sede e contactos presenciais, a menos que se revelem "inadiáveis e essenciais".

A Organização Mundial de Saúde (OMS) declarou a doença Covid-19, provocada pelo novo coronavírus, que surgiu na China em dezembro de 2019, como pandemia.

O número de casos confirmados de infeção pelo novo coronavírus, que causa a doença Covid-19, subiu para 78 em Portugal, mais 19 do que os contabilizados na quarta-feira, anunciou hoje a Direção-Geral da Saúde (DGS).

De acordo com o boletim sobre a situação epidemiológica em Portugal, há 637 casos suspeitos, dos quais 133 aguardam resultado laboratorial.

Segundo a DGS, há ainda 4.923 contactos em vigilância pelas autoridades de saúde.

Veja também:

  • 100 mortes e 5.170 casos de Covid-19 em Portugal

    Coronavírus

    O número de óbitos subiu de 76 para 100 em relação ao último balanço da DGS, enquanto o número de infetados aumentou de 4.268 para 5.170, mais 902 em relação a sexta-feira. A ministra da Saúde diz que a incidência máxima da doença deve acontecer no final de maio.

    Direto

    SIC Notícias