Coronavírus

River Plate indisponível para competir e encerra instalações

Thomas Peter

E alega "motivos de força maior" face aos riscos inerentes à pandemia provocada pelo novo coronavírus.

Especial Coronavírus

O River Plate da Argentina indisponibilizou-se para disputar este sábado o jogo de futebol da Taça da Superliga com o Atlético Tucumán, alegando "motivos de força maior" face aos riscos inerentes à pandemia Covid-19.

"Cumprindo com as sugestões da Organização Mundial da Saúde (OMS), e atentos às diferentes medidas do governo e da cidade de Buenos Aires em relação à pandemia do Covid-19, o River Plate informa que o clube permanecerá totalmente encerrado a partir deste sábado, por tempo indeterminado", anunciou o clube portenho no seu sítio na internet.

O governo autorizou a realização desta jornada à porta fechada, decisão apoiada pela federação e Superliga, pelo que a equipa de Marcelo Gallardo se sujeita a ser punida com a derrota na estreia da fase de grupos da Taça Superliga.

A Taça Libertadores, o equivalente à Liga dos Campeões Europeus, e os jogos de qualificação sul-americanos para o Mundial2022 do Qatar foram suspensos pela Conmebol.

"Com esta medida queremos resguardar a saúde dos sócios, dos empregados, das milhares de pessoas que diariamente participam nas mais diversas atividades que se realizam na nossa instituição", complementa a agremiação da capital argentina.

Em termos de futebol profissional, o River Plate refere que a eventual realização da partida podia "implicar graves prejuízos para a saúde de todos os envolvidos".

O futebolista Thomas Gutiérrez manifestou sintomas compatíveis com o Covid-19, contudo os resultados foram negativos: o atleta está a "evoluir favoravelmente" do problema de saúde.

Com três novos casos de Covid-19, o número de pessoas infetadas com o novo coronavírus na Argentina chegou a 34 na sexta-feira, incluindo duas mortes.

O novo coronavírus responsável pela pandemia de Covid-19 foi detetado em dezembro, na China, e já provocou mais de 5.500 mortos em todo o mundo.

O número de infetados ultrapassou as 143 mil pessoas, com casos registados em mais de 135 países e territórios, incluindo Portugal, que tem 169 casos confirmados.

SIGA AQUI AO MINUTO AS ÚLTIMAS INFORMAÇÕES SOBRE O SURTO DE COVID-19

Veja também: