Coronavírus

Jack Grealish "profundamente envergonhado" por ignorar quarentena e sair de casa 

Chris Radburn

Jogador do Aston Villa foi multado por ter "ignorado" o confinamento decretado pelo Governo britânico face à pandemia de Covid-19 e ter saído de casa.

Saiba mais...

O jogador do clube britânico Aston Villa, Jack Grealish, pediu desculpa por ter ignorado o confinamento decretado pelo Governo britânico devido à pandemia de Covid-19 e ter saído de casa. Diz ainda que se sente "profundamente envergonhado". Num vídeo publicado na sua conta oficial do Twitter, o médio pediu às pessoas para não cometerem o mesmo erro.

"Quero deixar uma mensagem para dizer o quão envergonhado estou com o que aconteceu no fim de semana. Eu sei que é um momento difícil para todos, ter de estar fechado em casa por tanto tempo. Recebi uma chamada de um amigo a pedir para ir ter com ele e eu estupidamente concordei em fazê-lo. Não quero que ninguém cometa o mesmo erro que eu cometi, por isso, obviamente, peço a todos que fiquem em casa e sigam as regras e as diretrizes do que nos foi pedido para fazer. Espero que possam aceitar as minhas desculpas e que possamos seguir em frente com isto", disse o capitão do Aston Villa.

Grealish foi multado pelo Aston Villa por ter "ignorado" o confinamento decretado pelo Governo britânico face à pandemia de Covid-19 e ter saído de casa.

"O Aston Villa está profundamente desapontado por um dos nossos jogadores ter ignorado a recomendação do Governo para as pessoas ficarem em casa durante a crise do novo coronavírus", pode ler-se no comunicado emitido pelo emblema de Birmingham, no site oficial.

Na madrugada de domingo, Jack Grealish esteve envolvido num acidente de viação, tendo embatido com o seu carro em outros três veículos que estavam estacionados.

A imprensa inglesa divulgou esta segunda-feira fotografias do jogador, de 24 anos, após o acidente, dando conta de que este teria estado numa festa em casa de um amigo até perto das 04:00 da manhã.

Horas antes do incidente, Grealish, que tem sido o grande destaque do Aston Villa esta temporada, deixou algumas mensagens nas redes sociais, aconselhando as pessoas a ficarem em casa "para salvarem vidas" e só saírem "para comprar comida, medicamentos ou fazer exercício".

Reino Unido regista 381 mortes nas últimas 24 horas, o maior aumento diário de mortes até agora

O Reino Unido registou mais 381 mortes entre pessoas infetadas com Covid-19 nas últimas 24 horas, elevando o número total acumulado de mortes confirmadas para 1.789, informou esta terça-feira o Ministério da Saúde britânico.

Na atualização dos dados feita hoje, o Ministério indicou terem sido diagnosticadas até agora 25.150 pessoas com Covid-19 entre 143.186 pessoas testadas.

  • Vamos falar de jejum: era capaz de ficar 16 horas por dia sem comer?

    País

    O jejum intermitente é um regime alimentar que impõe um período de restrição alimentar. Existem vários modelos, mas o mais conhecido é dividido em 16 horas de jejum e oito horas em que pode comer livremente. Os especialistas reconhecem benefícios nesta prática, mas afirmam que a investigação científica ainda é escassa.

    Exclusivo Online

    Filipa Traqueia