Coronavírus

Os principais surtos de covid-19 em Portugal vistos à lupa

Vítor Moreira

Vítor Moreira

Editor de Imagem

A ministra da Saúde assume que os lares continuam a ser a maior preocupação, com infetados em 76 instituições.

Especial Coronavírus

Em Bragança, morreu mais uma pessoa num lar em Vimioso. É a terceira morte associada a este surto é uma mulher de 78 anos, que estava internada no Hospital de Bragança.

As duas primeiras mortes no lar de Carção, em Vimioso, ocorreram há uma semana, quando o surto foi detetado. Agora há 26 utentes e 9 funcionários infetados. Três idosos estão hospitalizados e os restantes 23 não têm qualquer sintoma.

Há ainda outro surto recente na aldeia de Poiares, no concelho de Freixo de Espada à Cinta, com 15 infetados.

No hospital de Beja, o número de casos positivos subiu para 16. Foram realizados testes a uma centena de profissionais de saúde, depois de detetada a infeção em 6 enfermeiros do bloco operatório.

Trata-se de 10 enfermeiros, 4 assistentes operacionais, 1 técnico e 1 médico e estão em isolamento em casa, com sintomas ligeiros. Até momento foram adiadas 20 cirurgias programadas neste hospital. A atividade cirúrgica de urgência continua em funcionamento.

Dos 287 surtos ativos no país, a maioria - 124 - são no norte. De acordo com dados apresentados pelo Instituto Nacional de Estatística, mais de metade dos 308 municípios portugueses registaram nas últimas 4 semanas um número de mortes superior ao verificado em igual período em 2018 e 2019.

Desde o início da pandemia, Portugal registou 1.936 mortes por Covid-19.