Coronavírus

Vacina chinesa Coronavac com bons resultados na fase 2 do ensaio clínico

Faltam as conclusões da fase 3.

Saiba mais...

A Coronavac, a vacina desenvolvida pelos laboratórios chineses Sinovac, está a demonstrar uma elevada taxa de eficácia nos voluntários a quem foi administrada.

O estudo foi publicado na revista científica britânica The Lancet, que sublinha, no entanto, que estes dados se referem às fases 1 e 2 dos testes com a vacina chinesa e que ainda faltam as conclusões da fase 3.

Dos 11 projetos na fase 3 dos testes clínicos - a última antes do pedido de autorização para fabrico e comercialização - há três que apresentaram taxas de eficácia iguais ou superiores a 90%.

Hoje, a norte-americana Pfizer e a alemã BioNTech anunciaram o fim dos ensaios clínicos com uma eficácia de 95% na prevenção da Covid-19.

A farmacêutica Moderna revelou que a sua vacina experimental tem uma eficácia de 94,5%.

A vacina que está a ser desenvolvida na Rússia - a Sputnik V - tem uma taxa de eficácia superior a 90%, com Putin a garantir que "todas as vacinas russas contra a Covid-19 são eficazes"

VEJA MAIS NO ESPECIAL NOVO CORONAVÍRUS

As notícias mais recentes em https://sicnoticias.pt/ultimas