Eleições nos EUA

Invasão do Capitólio: o filme dos acontecimentos em cinco minutos

Alertamos para a violência de algumas imagens.

Os Estados Unidos viveram na quarta-feira uma tentativa de golpe de estado incentivada pelo próprio Presidente. Milhares de apoiantes de Donald Trump tomaram conta do Capitólio, tendo algumas dezenas conseguido entrar durante várias horas.

Quatro pessoas morreram nos confrontos com as autoridades e 52 foram detidas. Tudo aconteceu quando o Congresso dava o último passo constitucional para validar Joe Biden como o próximo chefe de Estado.

Congresso a ferro e fogo

Com os corredores do Capitólio a ferro e fogo, alguns deputados e senadores fugiram para os escritórios.

As autoridades só conseguiram garantir a segurança do edifício quatro horas depois de ter sido invadido, com o autarca de Washington D.C. a decretar o recolher obrigatório às 18:00, (23:00 em Portugal continental).

Para trás deixaram um rasto de vandalismo.

No meio dum dos momentos mais negros da democracia norte-americana, salvaram-se os certificados dos votos de cada estado no Colégio Eleitoral, que estavam a ser abertos e contados. Os manifestantes queriam queimá-los, mas não conseguiram.