Presidenciais

Presidenciais. Marcelo e Marisa Matias convergem num Presidente pela estabilidade com acordos à esquerda

O atual Presidente deixou um recado ao Bloco de Esquerda e mostrou esperança que o partido se junte ao Governo nos próximos orçamentos.

O primeiro debate presidencial colocou frente a frente Marisa Matias e Marcelo Rebelo de Sousa. Os dois candidatos, que já se encontraram nas eleições de 2016, convergiram na ideia de que um Presidente deve contribuir para a estabilidade.

“Eu creio que o papel de um presidente é contribuir para a estabilidade”, disse Marisa Matias referindo-se aos acordos à esquerdas. “Temos as condições para podermos ter entendimentos duradouros e estáveis”, sublinhou.

Também Marcelo afirmou concordar com a opositora em vários pontos, mas deixou uma nota ao Bloco de Esquerda que, este ano, votou contra o Orçamento do Estado.

“Tive pena que não fosse possível no Orçamento para este ano haver uma base de sustentação mais alargada mas acredito que pode existir no Orçamento para 2022 e 2023 à esquerda”, disse o Presidente da República