George Floyd

Agente Derek Chauvin considerado culpado da morte de George Floyd

A pena a que Chauvin irá ser condenado será determinada em sentença judicial, a agendar pelo tribunal.

O agente norte-americano Derek Chauvin foi esta terça-feira considerado culpado pelas acusações de homicídio pela morte de George Floyd. O antigo agente da policia de Minneapolis foi captado num vídeo a pressionar o pescoço de Floyd durante quase nove minutos, culminando na morte do afro-americano.

A deliberação surgiu ao fim de 10 horas, no seguimento de um julgamento emotivo que marcou as últimas três semanas, avança o New York Times. Cerca de uma centena de pessoas concentradas num cruzamento da cidade norte-americana de Minneapolis que recebeu o nome de George Floyd Square, receberam o veredicto de culpado do ex-polícia Derek Chauvin com palmas e gritos.

► Quem é Derek Chauvin, o ex-polícia condenado pela morte de George Floyd?

Chauvin - que na sala de tribunal ouviu impassível a palavra "culpado" ser pronunciada por três vezes na deliberação dos jurados, para os crimes de assassínio em segundo grau, homicídio em terceiro grau e homicídio - foi levado sob custódia policial, algemado, depois de fazer uma ligeira vénia na direção do juiz.

POOL New

A pena a que Chauvin irá ser condenado será determinada em sentença judicial, a agendar pelo tribunal do condado de Hennepin, na cidade de Minneapolis. O crime de assassínio em segundo grau é punível com até 40 anos de prisão; homicídio em terceiro grau, com pena máxima de 25 anos, e homicídio em segundo grau, com pena de prisão de até 10 anos.

Como não tem antecedentes criminais, Chauvin só poderá ser condenado a um máximo de 12 anos e meio de prisão por cada uma das duas primeiras acusações e a quatro anos de prisão pela terceira. Chauvin declarou-se inocente de todas as acusações.

► Os principais acontecimentos desde a morte George Floyd

Advogado da família elogia decisão do júri

O advogado da família de George Floyd elogiou a decisão do júri relativamente ao ex-polícia Derek Chauvin, considerado culpado do homicídio do afro-americano, e afirmou que o veredito marca "uma viragem na História".

"Culpado! Uma justiça obtida com muita dor foi finalmente concedida à família de George Floyd, afirmou o advogado Ben Crump, sublinhando que este veredicto "é um ponto de viragem na História".

A morte de George Floyd, aos 46 anos, aconteceu em 25 de maio de 2020, na sequência da sua detenção pela polícia de Minneapolis por suspeita de tentar pagar a conta do supermercado com uma nota falsa de 20 dólares (cerca de 16 euros).A morte foi filmada em vídeo por transeuntes e divulgada nas redes sociais, sendo que o vídeo mostra Floyd a ser retirado do carro onde seguia sem resistir à polícia.

Um polícia colocou o joelho no pescoço de Floyd e pressionou-o durante quase nove minutos. No vídeo é possível ouvir-se Floyd a dizer ao polícia que não consegue respirar e a sua morte torna-se inevitável pouco depois.

  • 1:55