Guerra Rússia-Ucrânia

Mikhail Gorbachev estava "chocado e confuso" com a invasão russa à Ucrânia

Loading...
Esta quinta-feira, Vladimir Putin explicou a várias crianças russas porque enviou soldados para a Ucrânia.

O último líder soviético morreu devastado com o que acontece atualmente na Ucrânia. A revelação é feita por um interprete de Mikhail Gorbachev, poucos dias depois do seu falecimento. Esta quinta-feira, Vladimir Putin explicou a várias crianças russas porque enviou soldados para a Ucrânia.

O Presidente russo não estará no funeral de Mikhail Gorbachev. O ex-líder soviético é visto pelo Kremlin como alguém que se enganou sobre o Ocidente. Putin realizou, ainda assim, uma última homenagem ao derradeiro líder da União Soviética.

Gorbachev estava “chocado e confuso” com a invasão da Rússia à Ucrânia. Quem o diz é um antigo interprete do ex-líder soviético, que recorda algumas conversas recentes com o homem que pôs em marcha a Perestroika.

A decisão tomada há mais de meio ano é ainda hoje justificada por Vladimir Putin. Perante alguns jovens russos, o Presidente insiste que o objetivo na Ucrânia é “proteger a Rússia”.

De olhos postos no Ocidente, Moscovo promete deixar secos de petróleo os que limitarem os preços do crude que chegue da Rússia. O plano para colocar um teto sobre o valor do petróleo russo deve estar pronto em breve.

O Governo russo garante que, quem alinhar no esquema terá de procurar outro fornecedor.

Os efeitos do conflito estendem-se também ao desporto: a tenista ucraniana Marta Kostiuk recusou apertar a mão à bielorrussa Victoria Azarenka, num jogo no Open dos Estados Unidos. A tenista ucraniana perdeu e no final limitou-se a tocar na raquete da adversária.

Últimas Notícias
Mais Vistos