Guerra Rússia-Ucrânia

Jens Stoltenberg garante a NATO "não é parte do conflito" na Ucrânia

Jens Stoltenberg garante a NATO "não é parte do conflito" na Ucrânia
Andreea Alexandru

O secretário-geral da Aliança Atlântica garante que a organização não será "arrastada para a guerra de Putin".

O secretário-geral da NATO, Jens Stoltenberg, assegurou que a organização militar ocidental "não é parte" do conflito ucraniano e não será "arrastada para a guerra de Putin".

"À medida que se aproxima o inverno, a Rússia está a bombardear a infraestrutura energética da Ucrânia tentando congelar e submeter os ucranianos. Putin está a utilizar o inverno como uma arma e não podemos permitir que ganhe", reafirmou hoje em Berlim em conferência de imprensa conjunta com o chanceler alemão, Olaf Scholz.

Stoltenberg recordou ainda a recente sabotagem dos oleodutos Nord Stream e assegurou que essa situação recordou "a todos" a vulnerabilidade da infraestrutura.

"Em resposta, a NATO multiplicou o número de navios que patrulham o mar do Norte e o mar Báltico e aumentou a partilha de informações. Mas temos de fazer mais para proteger esta infraestrutura vital", adiantou.

O chefe da NATO também se congratulou com o acordo entre a Alemanha e a Noruega para proteger a infraestrutura submarina através de um Centro de Infraestrutura da NATO.

"Esse centro vai proporcionar aos aliados uma maior consciência da situação", disse, para acrescentar que poderá ser um mapa para identificar vulnerabilidades.

Últimas Notícias