Sporting campeão

Esteve nos festejos do Sporting? Estas são as recomendações da DGS 

JOSÉ SENA GOULÃO

Milhares de pessoas festejaram em Lisboa, a maioria sem máscara e sem cumprir o distanciamento social.

A Direção-Geral da Saúde (DGS) recomenda que os adeptos que estiveram nos festejos do Sporting, na terça-feira, fiquem atentos a possíveis sintomas da covid-19 e que reduzam os contactos nos próximos 14 dias.

O Sporting sagrou-se campeão esta terça-feira, depois de 19 anos. Milhares de pessoas fizeram a festa em vários pontos da capital. A maioria sem máscara e sem cumprir o distanciamento social.

Perante as celebrações dos sportinguistas, e em resposta à SIC, a DGS emitiu uma lista de recomendações para todos aqueles que saíram às ruas para festejar.

A autoridade de saúde pede que as pessoas fiquem atentas a sintomas da covid-19, como febre, tosse, dificuldade respiratória ou perda do olfato ou paladar, e contactem o SNS24.

Apela a que reduzam os contactos nos próximos 14 dias e cumpram as medidas de prevenção, tais como o distanciamento físico, o uso de máscara, a ventilação dos espaços, a higiene das mãos e a etiqueta respiratória.

Por fim, para aqueles que não respeitaram as medidas de proteção, a DGS recomenda a realização de um teste à covid-19 no 5.º e 10.º dia após as celebrações desta terça-feira.

"Não há prevenção que possa prevenir aquilo que aconteceu", diz Marcelo sobre a festa do Sporting

O Presidente da República disse esta quarta-feira à tarde que todos têm responsabilidade no que aconteceu na terça-feira, nos festejos do Sporting.

"O fenómeno de massas é tão vasto. Espero que não se repita", afirmou.

No entanto, Marcelo Rebelo de Sousa disse que não havia prevenção que pudesse impedir um fenómeno destes: "Não há prevenção que possa prevenir aquilo que aconteceu".

"Não estou à espera que haja descontrolo dos contágios"

O professor de Saúde Internacional Tiago Correia diz não estar a "antever uma situação dramática" de descontrolo de contágios, após os festejos do título de campeão nacional do Sporting, em Lisboa. No entanto, considera que pode acontecer.

"Não estou à espera que haja descontrolo dos contágios", afirma.

O investigador da do Instituto de Higiene e Medicina Tropical da Universidade Nova de Lisboa explica que a incidência tem sido baixa na capital e, apesar de haver algumas pessoas sem máscara durante a festa, também se viu muitas a usarem.

  • 1:21