Vacinar Portugal

Covid-19. Autoagendamento da vacinação já está disponível para maiores de 27 anos

Megan Jelinger

Autoagendamento permite que os cidadãos selecionem o local e a data em que pretendem ser vacinados.

O autoagendamento da toma da vacina contra a covid-19 já está disponível para pessoas a partir dos 27 anos na plataforma da Direção-Geral da Saúde (DGS) destinada a estas marcações.

A vacinação contra a covid-19 arrancou este domingo para os maiores de 18 anos mas, nesta altura, a marcação online está disponível apenas para as pessoas com mais de 27 anos.

Este processo de autoagendamento permite que os cidadãos selecionem o local e a data em que pretendem ser vacinados, recebendo depois uma mensagem SMS com a confirmação do dia, da hora e do centro de vacinação. A confirmação do agendamento implica que seja enviada resposta ao SMS.

Ritmo de vacinação acelera em Portugal

As próximas semanas vão ser decisivas e os cidadãos terão de estar preparados para alguns contrangimentos. Tanto ao telefone, online ou nos locais de vacinação, poderá haver menos qualidade no atendimento, mas é uma opção para que se possa acelerar o processo.

"Isto é uma corrida contra o tempo, estamos a aumentar o ritmo de vacinação. Eventualmente haverá filas, haverá um maior tempo para que as pessoas sejam inoculadas. Temos de trocar nesta fase, nestas duas semanas, a qualidade do processo pelo ritmo de vacinação" disse o vice-almirante Gouveia e Melo, em entrevista ao Primeiro Jornal da SIC, este domingo.

Gouveia e Melo apelou à vacinação dos jovens, a grande preocupação das autoridades de saúde, e à racionalidade nos comportamentos.

No entanto, um estudo da Escola Nacional de Saúde Pública mostra que 14% dos jovens estão indecisos, ou seja não sabem ainda se querem levar a vacina. O coordenador da task force pede aos mais novos que pensem nas consequências dessa decisão numa altura em que o número de casos está aumentar.

"A preocupação são os jovens em termos de contágios, em termos das pessoas que estão a ser internadas ainda é a faixa de cima, dos 30 aos 50 anos. Portanto, nós temos que combater nas duas frentes."

Para isso é preciso acelerar a vacinação. O objetivo é começar a administrar 850.000 doses por semana. A task force explica que foram recebidas vacinas que permitem aumentar o processo até ao máximo da capacidade de cada centro, um esforço considerado essencial perante a propagação da variante Delta. O vice-almirante Gouveia e Melo diz que o objetivo será vacinar cerca de 120 mil pessoas por dia.

O coordenador do plano de vacinação contra a covid-19 esclarece que só a meio de setembro a população portuguesa estará fortemente protegida. Nessa altura, prevê-se que 70% da população já tenha recebido as duas doses. Gouveia e Melo explica que os riscos associados à variante Delta não permitem atingir a imunidade de grupo em agosto.

VACINAÇÃO SEM AGENDAMENTO DISPONÍVEL PARA PESSOAS A PARTIR DOS 45 ANOS

A vacinação contra a covid-19 sem necessidade de agendamento está disponível, desde sábado, para pessoas com idade igual ou superior a 45 anos e que não tenham sido infetadas nos últimos seis meses.

O anúncio foi feito na sexta-feira pela task force responsável pelo processo de vacinação.

Para serem vacinados, os utentes devem dirigir-se ao centro de vacinação covid correspondente ao Centro de Saúde onde estão inscritos, nos horários específicos da modalidade "casa aberta". Os horários de funcionamento desta modalidade nos centros de vacinação podem ser consultados aqui.

Veja também:

  • Vamos falar de jejum: era capaz de ficar 16 horas por dia sem comer?

    País

    O jejum intermitente é um regime alimentar que impõe um período de restrição alimentar. Existem vários modelos, mas o mais conhecido é dividido em 16 horas de jejum e oito horas em que pode comer livremente. Os especialistas reconhecem benefícios nesta prática, mas afirmam que a investigação científica ainda é escassa.

    Exclusivo Online

    Filipa Traqueia