Mundo

Protestos em Cuba. Confrontos com a polícia provocam um morto e vários feridos

Governo cubano desvaloriza os protestos e no domingo cortou o acesso à internet.

A situação em Cuba continua crítica, com várias manifestações contra o Governo, devido à escassez de alimentos, medicamentos e outros produtos básicos. Em Havana, os confrontos com a polícia resultaram num morto e vários feridos.

As autoridades policiais detiveram centenas de pessoas desde domingo, quando milhares saíram às ruas, em várias cidades, para protestar contra os altos preços e a escassez de alimentos.

Um dos maiores protestos na história cubana levou a que muitos se manifestassem como forma de apoio em vários países.

Vários países, incluindo, Portugal, defendem que o levantamento das sanções económicas impostas pelos EUA ajudaria a superar algumas dificuldades que Cuba enfrenta.

Dos EUA chegaram condenações à forma como o Governo cubano tem gerido a crise.

A Administração de Joe Biden diz que vai ficar ao lado de todos os que lutam contra o Governo de Cuba para garantir o cumprimento dos direitos humanos.

Veja também: