Mundo

Homicídio de Gabby Petito confirma-se mas a causa de morte continua desconhecida

O corpo encontrava-se numa zona remota da floresta, no Parque Nacional de Grand Teton, em Wyoming.

Nos EUA, o FBI confirmou que o corpo, que correspondia à descrição da jovem desaparecida trata-se de Gabby Petito. Após as buscas realizadas para encontrar a jovem de 22 anos, o corpo acabou por ser encontrado no Parque Nacional de Wyoming, no domingo.

O médico legista confirmou tratar-se de um homicídio, embora ainda se desconheça a causa de morte de Gabby Petito, a jovem norte-americana da Flórida.

O corpo encontrava-se numa zona remota da floresta, no Parque Nacional de Grand Teton, a 300 metros do local onde, no fim de agosto, turistas viram a carrinha do namorado.

A viagem do jovem casal de noivos começou no início de julho. O objetivo era percorrer alguns parques nacionais, tendo a viagem sido bastante documentada nas redes sociais, até ao momento em que deixou de haver atualizações, o que levantou suspeitas.

Uma testemunha viu Gabby Petito a sair de um Hotel em Salt Lake City, no dia 24 de agosto, a última vez em que foi vista.

Brian Laundrie, o namorado de Gabby, continua desaparecido depois de ter regressado sozinho a casa a 1 de setembro, ou seja, 10 dias antes da família a ter dado como desaparecida.

O rapaz de 23 anos contratou um advogado, recusou-se a falar com as autoridades e a colaborar com a investigação. Está, neste momento, em parte incerta, depois de ter dito aos familiares que ia dar um passeio numa reserva natural perto de casa.

O FBI realizou buscas na residência dos pais de Brian e apelou à ajuda da população, caso alguém tenha informações sobre o paradeiro do jovem.

Um telefonema feito a 12 de agosto foi entretanto revelado. Uma testemunha ligou para o Serviço de Emergência para relatar que assistiu a uma discussão entre o casal e que viu "o rapaz dar uma chapada à rapariga". Diz também ter visto o casal a correr pelo passeio e o rapaz a agredi-la novamente antes de entrarem no carro e partir. O caso foi denunciado à Polícia de Moab.

Informação corroborada por imagens de vídeo feitas pela polícia durante uma operação naquele dia, acreditando que o casal possa não ter pernoitado junto nessa noite.

Enquanto Brian continua a não fazer qualquer comentário, o seu advogado afirma que "ele está a exercer os seus direitos constitucionais".

A família de Gabby Petito diz sentir-se a "desmoronar", ainda sem pistas sobre o que aconteceu.

VEJA TAMBÉM:

  • A escola como uma gigantesca perda de tempo

    País

    Pode ser Eva. Fez um teste de Geografia e foi a única da turma a ter negativa. Dos seus olhos formosos e inexpressivos, num rosto negro como o touro do Herberto Helder, ruíram-lhe duas lágrimas. Mas daquelas que represam tanta água - tanta mágoa - que deixam cicatrizes aquosas. 43%.

    Opinião

    Rui Correia