Mundo

Já morreram mais de 1.300 pessoas nas cheias no Paquistão

Loading...
Um terço do Paquistão está submerso.

Mais de 1.300 pessoas morreram nas cheias que estão a assolar o Paquistão. Na Índia, o cenário também é avassalador. Há milhares de desalojados e a época das monções ainda não terminou.

Um terço do Paquistão está submerso e o país tem uma área de mais de 796 mil quilómetros quadrados. As chuvas fortes, habituais nesta época de monções, estão mais intensas fruto das alterações climáticas.

As inundações já fizeram mais de 1.300 mortos, dos quais 450 são crianças.

O Governo decretou o estado de calamidade em 50 cidades do país e pediu ajuda internacional para dar resposta aos mais de 6 milhões de pessoas que ficaram sem casa.

Há falta de comida e medicamentos. Centenas de estradas e pontes foram destruídas.

As Nações Unidas dizem que mais de 33 milhões de pessoas foram afetadas e alertam para o perigo das águas estagnadas que podem provocar várias doenças graves e fazer aumentar o número de mortos.

Na Índia, o cenário é igualmente desolador. Várias regiões foram afetadas pela chuva. Na cidade de Bangalore, por exemplo, milhares de pessoas ficaram sem casa. Há cortes de energia e falta de água potável nalgumas zonas e na maior parte das estradas só se pode andar de barco.

Últimas Notícias
Mais Vistos