Mundo

Espanha: já se sabe de onde foram enviados os envelopes armadilhados

Espanha: já se sabe de onde foram enviados os envelopes armadilhados
JUAN MEDINA

Polícia espanhola ainda não conseguiu identificar o responsável, mas já revelou de onde foram enviados os pacotes.

A polícia espanhola diz que os seis pacotes armadilhados que chegaram a representações diplomáticas e Ministérios foram enviados da cidade de Valladolid.

Loading...

Apesar de estar identificada a origem, as autoridades ainda não sabem quem é o responsável, visto que as cartas terão sido colocadas em marcos do correio comuns.

As primeiras pistas da investigação devem-se ao único dos seis pacotes que conseguiu ser desativado sem sofrer danos. Tratam-se de dispositivos de fabrico caseiro com cargas de pólvora. A polícia conseguiu fazer detonações controladas em quatro engenhos.

Entre 24 de novembro e 2 de dezembro, os pacotes com material pirotécnico foram recebidos nas representações diplomáticas da Ucrânia e dos Estados Unidos, no Ministério da Defesa e no gabinete do próprio primeiro-ministro Pedro Sánchez.

Entretanto, a segurança dos edifícios públicos, do Governo e das embaixadas está a ser reforçada. Apesar das cartas-bomba que foram enviadas, as autoridades consideraram que não é necessário aumentar o nível de alerta terrorista.

Na sexta-feira, o ministro da Administração Interna espanhol recomendou à Comissão Europeia e a países parceiros que tomassem medidas caso recebessem cartas armadilhadas semelhantes, admitindo que podem estar relacionadas com a guerra na Ucrânia.

O conselho foi aceite pela diplomacia portuguesa, com o Ministério dos Negócios Estrangeiros a dar indicações às embaixadas portuguesas para reforçarem os cuidados na receção de correio.

O MNE português admitiu que houve o envio de uma circular para as representações e embaixadas portuguesas, com recomendações, mas preferiu não dar mais pormenores sobre os procedimentos, invocando razões de segurança.

Últimas Notícias
Mais Vistos