Análise

“Falamos de muitos deuses no futebol, mas Maradona foi o maior”

Rui Santos

Rui Santos

Comentador SIC Notícias

Rui Santos recorda o futebolista argentino que morreu esta quarta-feira.

Morreu esta quarta-feira, aos 60 anos, a antiga estrela do futebol mundial Diego Armando Maradona, vítima de uma paragem cardiorrespiratória. Para o comentador da SIC, morre o maior de todos, “o Deus do futebol”.

Rui Santos destaca a estética de “alguém que nasceu da terra” e que considera um produto puro do futebol. Afirma que Maradona era um “jogador anti máquina”, que nasceu e se desenvolveu num tempo em que o futebol era liberdade.

“Maradona era um Deus transgressor, mas era acima de tudo um esteta. Fazia do futebol uma atividade muito bonita, tinha espontaneidade e beleza dentro do campo”, disse.

  • "Não sabia como ia acordar. Estava muito assustada"

    Coronavírus

    Rita, Filipa e Andreia conviveram de perto com o coronavírus, cada uma com experiências diferentes. O marido de Andreia esteve internado duas semanas com covid-19 e a filha também esteve infetada, em junho do ano passado. A Rita, a Filipa e a família de ambas estiveram infetadas no último mês. Os sintomas foram ligeiros, mas as preocupações iam além disso. À SIC Notícias, falaram sobre os receios que sentiram e de como ultrapassaram os dias difíceis.

    Exclusivo Online

    Rita Rogado