País

Eduardo Cabrita envia carta de condolências à viúva de Ihor Homeniúk

ANTÓNIO COTRIM/ LUSA

O ministro recebeu a embaixadora de Ucrânia em Portugal.

O ministro da Administração Interna enviou uma carta de condolências à viúva do ucraniano morto às mãos do SEF, no aeroporto de Lisboa, em março.

“Na sequência do pedido de condolências transmitido no início de abril à família de Ihor Homeniuk, através da embaixada da Ucrânia em Lisboa, Eduardo Cabrita entregou hoje uma carta destinada à viúva, senhora Oksana Homeniuk, dando-lhe conhecimento da decisão do Governo assumir, em nome do Estado português, a responsabilidade pelo pagamento de uma indemnização”.

Em comunicado, e depois das críticas por não ter havido qualquer contacto entre o Estado português e a família de Ihor Homeniúk, o Ministério de Eduardo Cabrita faz saber que, para além da carta, recebeu esta sexta-feira a embaixadora da Ucrânia em Portugal.

A reunião serviu para dar nota das decisões tomadas pelo Governo relativamente à morte do cidadão ucraniano e reforçar o empenho do estado português no apuramento de responsabilidades.

“O Ministro da Administração Interna reiterou ainda à embaixadora da Ucrânia, tal como fizera em abril, o total empenho das autoridades portuguesas na resolução do caso”.

O Ministério da Administração Interna diz ainda que a embaixadora da Ucrânia, a pedido do Governo ucraniano, convidou Eduardo Cabrita a visitar Kiev, para se reunir com o homólogo, para analisar questões de interesse comum.